MUNDO | Rússia inicia vacinação contra coronavírus com Sputnik V

(ANSA) – O governo da Rússia iniciou nesta segunda-feira (30) o processo de vacinação da sua população com a Sputnik V, mesmo que o medicamento ainda não tenha concluído todos os testes clínicos.

A primeiro lote da vacina foi liberada pela Rússia e as primeiras doses chegaram no Domodedovo Central City Hospital, em Moscou.

Os médicos interessados em participar do processo se registraram em um site do governo e precisaram apresentar um teste do novo coronavírus com resultado negativo.

O Instituto Gamaleya de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia informou que a eficácia da Sputnik V é “superior a 95%” após a aplicação da segunda dose. Os resultados ainda não foram divulgados em revistas científicas.

A Sputnik V foi a segunda vacina contra a Covid-19 a apresentar resultados preliminares na fase 3 de testes.

Apesar das polêmicas iniciais relacionadas à vacina do instituto russo, como o registro antes mesmo de iniciar a última fase de testes, as etapas iniciais tiveram sua segurança confirmadas por um estudo técnico publicado na revista “The Lancet”.

A Hungria, que recebeu algumas doses da vacina russa, testará o medicamento e, se for seguro e eficaz, as empresas vão produzir em grande escala no próximo ano.

A Rússia registrou 569 mortes e 26.402 novos casos de coronavírus em 24. Desde o início da emergência, o país já registrou 40.464 óbitos e 2.322.056 infecções. (ANSA).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS