MUNDO | EUA planejam começar vacinação em 11 de dezembro, diz chefe do programa

O chefe do programa dos Estados Unidos de vacinas contra a covid-19, Moncef Slaoui, afirmou que espera começar a vacinação no país com o imunizante da Pfizer/BioNTech em 11 ou 12 de dezembro. Aplicação depende da aprovação do uso emergencial da vacina, que será decidida em 10 de dezembro.

A declaração foi feita neste domingo (22.nov.2020) à emissora norte-americana CNN. Caso a previsão de Slaoui se concretize, os EUA podem ter as primeiras aplicações em 19 dias.

A expectativa é iniciar as aplicações 2 dias depois da aprovação da vacina. A FDA (Food and Drugs Administration), agência regulatória dos Estados Unidos, marcou para 10 de dezembro a análise do pedido de uso emergencial da vacina da Pfizer/BioNTech.

Nosso plano é conseguir enviar as vacinas para os locais  de imunização em até 24h a partir da aprovação [da vacina]. Então, espero talvez 2 dias depois da aprovação, em 11 ou 12 de dezembro”, disse.

Os primeiros a receberem os imunizantes devem ser os profissionais de saúde e pessoas que integram o grupo de risco. Slaoui afirmou que 70% da população deve ser vacinada. Segundo ele, a imunidade de rebanho deve ser atingida em maio de 2021. Crianças devem receber a vacina por volta da metade do próximo ano.

A vacina

A farmacêutica norte-americana Pfizer e a empresa alemã de biotecnologia BioNTech pediram, em 20 de novembro, à FDA uma autorização de uso de emergência da vacina BNT162b2.

Em 18 de novembro, a última fase dos estudos clínicos do imunizante foram concluídos. De acordo com as empresas, a análise preliminar dos resultados indica 95% de eficácia da vacina 28 dias após a aplicação da 1ª dose. O imunizante terá 2 doses.

Informação do PODER 360

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS