MUNDO | Cerca de 7.000 profissionais de saúde morreram de covid-19 no mundo, informou a AI

Pelo menos 7.000 profissionais de saúde morreram de covid-19 no mundo, com o México no topo desta lista, de acordo com um estudo da Anistia Internacional (AI) divulgado nesta quinta-feira(03).

“O fato de mais de 7.000 pessoas morrerem tentando salvar outras é uma crise de escala surpreendente”, disse Steve Cockburn, diretor de Justiça Econômica e Social da AI, citado em nota.

Dessas mortes, pelo menos 1.320 ocorreram no México, “o número mais alto conhecido para um único país”, destacou o relatório “O custo da cura”.

Um balanço da AI divulgado em 13 de julho indicava cerca de 3.000 trabalhadores de saúde mortos no mundo. O salto para mais de 7.000 se deve ao aumento das infecções em vários países, além da maior disponibilidade de informações, explicou.

Segundo o novo estudo, atrás do México estão os Estados Unidos (1.077 mortes), Reino Unido (649), Brasil (634), Rússia (631), Índia (573), África do Sul (240), Itália (188), Peru (183), Irã (164) e Egito (159).

“Todos os profissionais de saúde têm o direito de estarem seguros no trabalho, é um escândalo que tantos estejam pagando o preço final”, acrescentou Cockburn.

A AI alertou que pode haver “subnotificação” de vítimas em vários países. Em relação ao México, ele reconheceu que o governo mantém uma contagem detalhada, o que explicaria os números elevados em relação a outras nações.

Além das 1.320 mortes, o país latino-americano contabilizou 97.632 casos do covid-19 entre trabalhadores de instituições de saúde no final de março, recordou a investigação.

“As pessoas responsáveis pela limpeza dos hospitais no México são especialmente vulneráveis à infecção. Muitos deles são terceirizados, o que significa que têm menos proteção”, afirmou.

O governo mexicano reconheceu que o sistema de saúde com o qual enfrenta a pandemia sofreu graves deficiências durante décadas e precisou adaptar quase mil hospitais às novas necessidades.

O México, com 128,8 milhões de habitantes, acumula 65.816 mortes e cerca de 611.000 casos do novo coronavírus. Em todo o mundo, o registro é de 26,1 milhões de casos e mais de 865.000 mortes.

jg/axm/mls/jc/cc – Com informações da AFP

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Abertas as inscrições para pedido da renda emergencial da Lei Aldir Blanc em Lauro Müller

Trabalhadores da área da cultura que foram afetados pela pandemia da Covid-19, em Lauro Müller, já podem se inscrever para solicitar a renda emergencial...

LAGUNA | Após manifestações no Sul do Estado, trabalhadores do setor de eventos têm encontro na Capital

Após realizarem uma manifestação no fim da tarde desta sexta-feira, em Laguna, trabalhadores, empresários e entidades do setor de eventos irão voltar a se reunir, dessa vez em...

Senar promove 173 treinamentos gratuitos em outubro no Estado

Para auxiliar o desenvolvimento da produção sustentável, da competitividade e dos avanços sociais no campo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado...

Presos mandante e executor de homicídio em Jaguaruna

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia da Comarca de Jaguaruna, cumpriu mandado de prisão preventiva na manhã desta sexta-feira (25) contra...