Multas foram aplicadas a estabilitamentos, pela Força de Segurança no combate à Covid-19 em Lages

“O isolamento social é imprescindível para a prevenção e combate a proliferação do Coronavírus. Não podemos, neste momento, tolerar aglomerações e infrações. São atitudes que não estão em conformidade ao que determina e estabelece às normas…”,

prefeito Ceron Iran Rosa de Moraes

Tendo em vista o aumento de novos casos do novo Coronavírus (Covid-19), com internamentos nas UTIs dos hospitais de Lages atingindo, nesta semana, índice de ocupação de leitos de 81% (última atualização), um novo Decreto Municipal encontra-se em vigor, com uma série de medidas restritivas e normas estabelecidas para o funcionamento de estabelecimentos comerciais e de prestações de serviços, e também para a ocupação de espaços públicos como parques e locais turísticos.

E para o cumprimento deste novo decreto, assinado pelo prefeito Antonio Ceron, a fiscalização por parte da Força de Segurança, formada por agentes da Vigilância Sanitária, Defesa Civil, Diretran, Polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros Militares, está sendo intensificada neste final de semana e prosseguirá também nos demais dias deste mês de agosto. “Mais de 10 equipes de fiscalização foram formadas”, diz o secretário municipal da Saúde, Claiton Camargo de Souza.

Nesta sexta-feira (31 de julho) os trabalhos já iniciaram no início da tarde com a fiscalização e consequente aplicação de multa na escola particular de cursos profissionalizantes que promoveu aglomeração de alunos sem o devido distanciamento e uso de máscaras, durante aula prática, na noite de quinta-feira (30). O estabelecimento recebeu uma multa no valor máximo que prevê o Decreto, ou seja, R$ 3.540,00.

Durante o período da noite de sexta-feira e madrugada de sábado (1º de agosto) a ação teve continuidade. O comboio e as equipes avulsas da Força de Segurança percorrem áreas urbanas e rurais em trabalho de fiscalização intensivo. “Pessoas foram multadas por não usarem a máscara. Nos bares fiscalizados os proprietários foram orientados em seguirem, de forma responsável, com as normas sanitárias vigentes e no controle do distanciamento entre as pessoas e da capacidade. Alguns proprietários de estabelecimentos foram notificados por não estarem cumprindo as regras”, explicou o secretário executivo de Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.

“O isolamento social é imprescindível para a prevenção e combate a proliferação do novo Coronavírus. Não podemos, neste momento, tolerar aglomerações e infrações. São atitudes que não estão em conformidade ao que determina e estabelece às normas técnico-sanitárias, tanto em nível municipal, estadual e federal”, diz o prefeito Antonio Ceron. “Devemos todos, de modo particular ou socialmente, priorizar os cuidados com a saúde e se cada um fazer a sua parte de forma correta todos estarão sendo protegidos”, completa o prefeito.

Fonte: Prefeitura de Lages

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Evento Beneficente | “Semana do Bem” contará com Preta Gil

Finalidade exclusiva é arrecadar recursos para as atividades de acolhimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social promovidas pela Associação Beneficente Santa Fé Outubro...

Líder de seita de sexo é sentenciado a 120 anos de prisão

Keith Raniere, criador da deturpada seita de sexo Nxivm, foi condenado hoje a 120 anos de prisão por seu papel como líder do culto....

Médico causa polêmica ao oferecer atestado permitindo que pessoas não usem máscara

O médico Sergio Marcussi, proprietário de um consultório na Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, causou polêmica nesta terça (27). Pelas redes sociais,...

Quantas xícaras de café podemos tomar por dia sem prejudicar a saúde

Segunda bebida mais consumida do mundo – perdendo apenas para a água na lista das preferências líquidas da humanidade – o café, para os brasileiros, é de tal forma...