Mulher é salva de marido agressor após pedir socorro no Instagram

Uma enfermeira, de 39 anos, foi salva das agressões que sofria do namorado, um caminhoneiro de 41 anos, após postar uma cruz vermelha pintada na palma da mão com batom, como símbolo do pedido de socorro. Seguidores notaram a atitude da mulher — que mora em Anápolis (GO) —, compartilharam a mensagem e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi acionada.

“Esse símbolo silencioso de pedido de ajuda já viralizou nas redes sociais, como uma forma das mulheres que passam pela violência pedirem ajuda sem correrem risco dos seus agressores”, explicou o inspetor da PRF Flávio Catarucci.

Com a placa da carreta em mãos, os policiais rodoviários federais acompanharam o trajeto deles até pará-los na base de Bady Bassitt na BR 153, na região de São José do Rio Preto.

Abordado, o suspeito confirmou as agressões físicas à companheira, que tinha sinais de violência no corpo. Ele foi preso em flagrante e indiciado pelos crimes de cárcere privado e lesão corporal, com agravante de violência doméstica.

A mulher, que não quis se identificar à Record TV, foi ouvida e liberada. Ela permanecerá em um hotel até a chegada de familiares. A enfermeira contou que já foi agredida três vezes pelo namorado. Há três meses, ela registrou um boletim de ocorrência contra o agressor, mas não chegou a pedir a adoção de medida protetiva.

Segundo o inspetor da PRF Flávio Catarucci, o agressor pode se ler liberado pelo fato de ser réu primário. “Importante a mulher levar o processo adiante e buscar a medida protetiva para se livrar dos seus agressores”, complementou.

R7

Foto: Reprodução Record TV

ÚLTIMAS NOTÍCIAS