Militares de Israel matam palestino durante conflito na fronteira com Gaza

GAZA/TEL AVIV (Reuters) – Tropas israelenses balearam e mataram um palestino na fronteira com Gaza nesta quinta-feira, afirmou o Ministério da Saúde do território palestino, enquanto centenas de palestinos ateavam fogo a pneus e arremessavam pedras.

O Exército de Israel disse que mais de mil palestinos estava reunidos ao longo da fronteira fortificada, arremessando explosivos e incendiando pneus.

“As tropas de Israel destacadas na área estão usando meios para dispersar multidões, incluindo, quando necessário, tiros de munição calibre .22”, afirmou o Exército israelense em nota.

O Ministério da Saúde de Gaza disse que o homem morto havia sido baleado no abdômen. Cinco outros ficaram feridos por tiros, incluindo uma criança, que está em estado grave, disse o ministério.

Apoiados pelo Hamas, organização islâmica que comanda Gaza, os palestinos promoveram protestos noturnos ao longo da fronteira nesta semana para expressar indignação contra um bloqueio ao território. Israel cita o Hamas como motivo para as restrições.

Os protestos acrescentam combustível a uma crise recente de violência na fronteira que vem testando uma frágil trégua que encerrou 11 dias de conflitos entre Israel e Hamas em maio.

(Reportagem de Rami Ayyub e Nidal al-Mughrabi)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS