Meninas são abusadas em troca de comida

A Polícia Civil de Braço do Norte investiga um suposto caso de cárcere privado e estupro envolvendo duas adolescentes de 14 anos. As vítimas foram encontradas na noite de quinta-feira aos prantos em um posto de combustíveis da cidade, as margens da SC-370. Conforme a polícia, elas eram obrigadas a manter relações sexuais com os investigados em troca de comida.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, as duas meninas de Cajuti, no Mato Grosso do Sul, relataram que pegaram carona com uma carreta para ir até uma cidade vizinha, no último domingo, mas acabaram dormindo e acordaram em outro estado. Elas teriam pedido para descer do veículo, mas o motorista teria negado.

No trajeto, as adolescentes teriam sido forçadas a manter relações sexuais com o motorista e outro passageiro em troca de comida. As vítimas relataram ainda que foram ameaçadas com um porrete e que os suspeitos fizeram uso de cocaína durante a viagem.

Nessa quinta, durante uma parada para janta no posto de Braço do Norte, as meninas conseguiram escapar da carreta e pedir ajuda. Elas relataram que estavam há dias sem se alimentar e chorando bastante. A PM foi acionada, assim como o Conselho Tutelar. Após ouvir o relato das adolescentes, elas foram levadas ao Hospital Santa Teresinha.

Os suspeitos foram presos e levados para a delegacia. Segundo a PM, eles foram algemados porque estavam nervosos e havia o receio de que eles fugissem. O caso segue sendo investigado.

Com informações do Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS