Megatraficante de armas deixa cadeia no Rio com alvará falso

Considerado um dos maiores traficantes de armas do mundo, João Filipe Barbieri deixou a cadeia no Rio após cumprir apenas três dos 27 anos de detenção. A saída, contudo, não se deu por meio de uma fuga, e sim pela porta da frente – com um alvará falso. Ele deixou o complexo de Bangu, na zona oeste da cidade, em novembro de 2020.

Revelado nesta terça-feira pela TV Globo, o caso ainda está sendo apurado e envolve a Justiça Federal e a Secretaria de Administração Penitenciária. O traficante é enteado de Frederick Barbieri, homem conhecido como ‘Senhor das Armas’ e que está preso nos Estados Unidos. A quadrilha teria enviado mais de mil fuzis ao Brasil dentro de aquecedores de piscina.

A soltura de Barbieri se deu por meio de uma decisão interlocutória, segundo a reportagem, o que representa que seria uma decisão tomada durante o processo sem a resolução de mérito definitivo do caso. Nesta segunda, após ser questionada pelo desembargador federal Marcello Granado, a Seap informou o número do alvará que culminou na libertação, mas sem anexar os documentos. Eles teriam sido fornecidos pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio.

A Justiça Federal, no entanto, nega que tenha emitido qualquer alvará para tirar Barbieri da cadeia. Ao descobrir o esquema, Granado ordenou a prisão imediata dele e de outro preso solto por meio da mesma falcatrua, João Victor Silva Roza, e afirmou que vai pedir explicações à Seap e ao Ministério Público. Procurada, a Seap afirmou que está apurando o caso.

Com informações da redação do ESTADÃO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS