Médica esclarece 10 dúvidas sobre a Covid-19

“Apesar de estarmos na luta contra o contágio há um ano, ainda são muitas as dúvidas sobre a prevenção e as principais formas de contágio”.

Em tempos de pandemia, muitas são as dúvidas acerca da transmissão da Covid-19 e as melhores formas de se proteger contra o contágio. Mesmo após um ano do registro do primeiro caso de coronavírus no Brasil, os números de pessoas contaminadas e de mortes são alarmantes e, por isso, é preciso tomar cada vez mais cuidado para não fazer parte dessa estatística.

A principal forma de contrair o vírus é de levar ao nariz, olhos e boca a mão contaminada por secreções, como gotículas de saliva de uma pessoa infectada. Por isso a importância do distanciamento social, maior arma contra a contaminação, além da constante higienização das mãos e o uso de máscara.

Apesar da consciência coletiva sobre a importância do uso de álcool em gel e de máscara, muitas ainda são as dúvidas acerca da efetividade de proteção. Para sanar algumas dúvidas sobre o tema, a médica Ana Paula Gomes Cunha, que integra a rede de profissionais credenciados aos Planos de Saúde da Fundação Celesc de Seguridade Social (CELOS), responde a perguntas constantes que ouve no consultório.

“Embora estarmos há um ano em contato e na luta contra a Covid-19, ainda são muitas as dúvidas sobre as melhores formas de proteção. Também sobre a eficácia de produtos que possam eliminar o vírus. O importante é, nesse momento, manter o isolamento social, saindo de casa o mínimo possível”, observa a médica.

Confira 10 dúvidas sobre a Covid-19

1) Máscara de pano, máscara cirúrgica ou N95, qual é mais segura para estar em um ambiente que têm mais movimentação de pessoas?

Quando se fala sobre equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde, a N95 é a máscara mais indicada. Já as máscaras cirúrgicas têm contensão menor do que as N95, mas servem para atendimentos médicos comuns. As máscaras de pano não têm filtro. Mas, de qualquer forma, protegem melhor a pessoa que está com algum sintoma e evita a transmissão do vírus enquanto tosse ou espirra.

2) O que fazer se na minha casa tem uma pessoa infectada?

O indicado é que a pessoa infectada permaneça em local separado, isolado dos demais membros da família. Importante atentar para a higiene correta de louças, talheres e roupas, a fim de que a transmissão não ocorra por meio desses objetos (que devem ser de uso exclusivo). Se possível, a pessoa infectada deve fazer o uso de um banheiro isolado dos demais.

3) Quais produtos de limpeza eliminam com eficiência o novo coronavírus?

Água e sabão, além de álcool 70% e água sanitária são os produtos mais indicados para higienizar ambientes e objetos, matando o coronavírus.

4) É preciso higienizar as compras e demais itens que chegam em casa através de delivery?

Embalagens e sacos plásticos podem servir como meio de contaminação para o novo coronavírus, já que podem ser manuseados por várias pessoas. Por isso, não reaproveite sacos plásticos e passe sempre um pano com álcool 70% nos produtos antes de consumir ou guardar no armário.

5) A vacina Tríplice Viral é eficaz na prevenção à Covid-19?

Alguns artigos publicados recentemente sugeriram que tanto a vacina contra a poliomielite, quanto a tríplice viral, poderiam ter algum efeito protetor de infecção contra a Covid-19, ou pelo menos atenuar os sintomas. Seria como uma espécie de imunidade cruzada, quando fazemos uma vacina de vírus atenuado, estimularia a sua imunidade, e também contra a outros vírus.

6) Qual é o tempo de incubação do novo coronavírus?

O “período de incubação” se refere ao tempo entre a infecção do ser humano pelo vírus e o início dos sintomas da doença. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), no caso da Covid-19, esse intervalo varia de 1 a 14 dias, geralmente ficando em torno de 5 dias.

7) O cozimento ou o aquecimento dos alimentos elimina o vírus?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que o coronavírus não é mais resistente ao calor do que outros vírus e bactérias eventualmente encontrados em alimentos. Por isso, eles devem ser bem cozidos, a pelo menos 70°C.

8) Quando preciso procurar um médico?

A pessoa deve procurar uma consulta médica assim que aparecerem os primeiros sintomas de uma gripe, como coriza, dor de cabeça, falta de ar, tosse e até diarreia. Não se deve mais esperar como era a orientação anterior.

9) Sobre a variante brasileira do coronavírus, a chamada P1, é mais contaminante que a Covid-19?

A nova CEPA está se apresentando com uma agressividade maior que a Covid-19, com uma chance de contaminação maior que a anterior. Por isso, a importância de redobrar os cuidados com a higiene, além de manter o isolamento social.

10) Exame com resultado negativo significa que eu realmente não tenho Covid-19?

Existe em torno de 40% de falsos negativos, por isso a importância de refazer o exame e, principalmente, da coleta de material ser feita no momento indicado. Somente o médico vai dizer qual tipo de exame e o momento correto para fazer a coleta.

Reportagem: Caroline Ramos | ESTRUTURA de Comunicação especial para OLHAR DO SUL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS