Maratona de inovação trouxe inúmeras soluções para combater a violência doméstica

“Essa maratona mudou a minha vida!” – é assim que diversos participantes definiram o 1º Inovathon de Combate à Violência Doméstica no Brasil. Foram mais de 200 inscritos, residentes em 22 estados brasileiros, mais de 40 profissionais de mercado entre mentoras e mentores, e o resultado foram 14 projetos.

O 1o INOVATHON DE COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA no Brasil ocorreu nos dias 05 e 06 de setembro de 2020 e foi transmitido da FATEC Osasco através das redes sociais e com interações das equipes através de plataformas de conferência remota. Os desafios propostos atendiam à 3(três) frentes:

– Ações de prevenção:  evitar e prevenir a agressão, ações educativas e de comunicação, etc;

– Ações de combate: alertar as autoridades, conscientizar a vítima e combater as agressões;

 

– Ações de apoio à vítima: proteger, empoderar, apoiar, capacitar e profissionalizar as vítimas;

“Quando abrimos as inscrições, havia uma grande expectativa sobre os perfis que iriam se inscrever, e foi incrível a diversidade que atingimos. É raro termos um evento normalmente relacionado a área de TI onde 77% dos inscritos são mulheres e 6% da Comunidade LGBTQI+, visto que eventos como esse têm predominância masculina. Outro dado relevante: tivemos 35% de participantes entre negros e pardos e, cerca de 23% com mais de 40 anos.” – afirma Samanta Lopes, facilitadora e organizadora. “Foi uma grande conquista, afinal, conseguimos trazer pluralidade e diversidade, com pessoas de mais de 22 estados participando, cada um trazendo uma experiência, uma vivência única ao debate, diferentes formas de entender o problema, e de propor soluções”.

Durante a maratona, diversos participantes perceberam que viviam ou viveram em alguma situação de abuso, conforme foram entendendo os gatilhos e outras nuances da violência doméstica. Outro dado que surgiu durante as pesquisas de validação, diversos participantes perceberam que em seus círculos mais próximos, muitas pessoas têm relatos sobre algum tipo de relacionamento abusivo.

Os projetos foram apresentados por meio de um vídeo com até 2(dois) minutos e um PDF, à uma banca formada por diversas profissionais tais como uma promotora, secretárias de políticas para mulheres, jornalistas e especialistas em desenvolvimento, empreendedorismo e inovação, o grupo se debruçou durante mais de 10 horas sobre o material, debateu cada uma das apresentações, buscando oferecer dicas de melhorias e viabilidade para cada projeto.

 DO RESULTADO

No dia 18 de setembro, foi realizado o encerramento do evento com transmissão ao vivo pelos canais oficiais do Inovathon, foram apresentadas as equipes premiadas :

1º Lugar: “VIOLETA” – Um jogo para crianças entenderem quando são vítimas de violência, como identificar os gatilhos e ações, e o que podem fazer para sair das diversas situações. As atividades foram pensadas para realização em escolas e espaços onde uma pessoa educadora possa interagir e auxiliar com discussões e orientações.

Dos prêmios

5 patinetes elétricos e vouchers da Uber

5 Cursos MDI (Mestres da Diversidade Inclusiva)

5 Kindles oferecidos pela APECC – Associação Paulista de Empreendedores do Circuito de Compras

5 Vouchers da Verifact

5 Kits da Kiwi Orgânicos

5 Cursos e terapias da OMMBE

5 Kits de máscaras da AMAPRO

5 Cursos do Clube de Criatividade

2º Lugar: “REEDUKAR””d – Projeto de reeducação dos agressores condenados. O foco é promover ações reflexivas, interações em grupo e atividades de conscientização, ajudando o agressor a encontrar caminhos para lidar com a masculinidade tóxica e com às pressões da mudança. A tecnologia aqui é aliada para superar as barreiras da distância em localizações mais remotas, a solução é web-friendly, atende diversos dispositivos.

Dos prêmios

Vouchers da Uber

5 Cursos MDI (Mestres da Diversidade Inclusiva)

5 Kindles oferecidos pela APECC – Associação Paulista de Empreendedores do Circuito de Compras

5 Vouchers da Verifact

5 Cursos e terapias da OMMBE

5 Kits da Kiwi Orgânicos

5 Cursos do Clube de Criatividade

5 Kits de máscaras da AMAPRO

3º Lugar: “LUTZ” – Promove um olhar 360º para apoiar e organizar à vida de pessoas vítimas da violência doméstica;

Dos prêmios

Vouchers da Uber

5 Cursos MDI (Mestres da Diversidade Inclusiva)

5 Kindles oferecidos pela APECC – Associação Paulista de Empreendedores do Circuito de Compras

5 Vouchers da Verifact

5 Cursos do Clube de Criatividade

5 Kits da Kiwi Orgânicos

5 Kits de máscaras da AMAPRO

Honra ao Mérito: “RECEITAS DA CELINA” – Uma solução inovadora envolvendo comunicação offline para o empoderamento das mulheres vítimas de violência, integrada a um sistema de alerta emergencial no formato de aplicativo.

PRÊMIO: Curso MDI (Mestres da Diversidade Inclusiva)

LEGADO

“Foi uma emoção muito grande, com certeza, se depender de nós, o VIOLETA vai se tornar uma realidade” foram as palavras da Presidente da “Síntese Jr”, Empresa Júnior de Sistemas de Informação da USP Leste, Lia Yumi Morimoto.

 

Durante a cerimônia, diversos participantes, mentores e jurados pediram a palavra para relatar suas experiências e como o evento tocou suas vidas. Eunice Rivas, Diretora na Secretaria Técnica de Planejamento de Desenvolvimento Econômico e Social do Paraguai, contou sobre como esse problema atinge o seu país :  “A violência, em nossa América Latina está muito ‘normalizada’, ainda será necessário muita educação nas próximas gerações para conseguirmos ter um mundo sem violência. (…) Continuem a fazer isso, porque é muito importante o que vocês estão fazendo, pode ser a diferença na vida de alguém, pode ser a diferença entre ter vida e deixar de tê-la.”

“É como se a minha história pudesse ressuscitar da maneira mais maravilhosa do mundo. (…) Ajudei a implantar políticas públicas para mulheres, mas, quando eu descobri a tecnologia e a inovação eu comecei a entender que isso poderia ser maior, mais denso, mais maravilhoso e muito mais resolutivo” – disse Gleice dos Santos do grupo LUTZ, que atuou como gestora pública na PM do Mato Grosso do Sul.

Participante do Inovathon, Ludmilla Evelin, Promotora de Justiça de Alto Araguaia (MT), afirmou “foi um fim de semana de muito aprendizado, eu aprendi muito e saio muito diferente na minha vida pessoal, (…) Com certeza o que aprendi aqui me tornou uma mulher melhor e uma promotora de justiça ainda mais atenta.”” – participante premiada do projeto REEDUKAR.

Uma curiosidade: entre os projetos premiados (LUTZ e REEDUKAR), as equipes se formaram durante o Inovathon, envolvendo pessoas que não se conheciam antes do evento e que vivem em regiões diversas do país.

Durante o encerramento, um momento foi marcante, o desabafo de Daniel Takaki, um dos idealizadores e organizadores do Inovathon, onde ele explicou os motivos que levaram a escolher esse tema. “Nós não percebemos as violências que cometemos ou que pactuamos. Isso acontece a todo momento, seja no grupo de amigos que compartilham nudes ou quando nos omitimos quando ouvimos um colega fazer algum comentário machista. É necessário fazermos um ‘mea culpa’, entender onde passamos a aceitar isso como algo comum.” E completa, “isso acontece a todo momento e é muito mais próximo do que imaginamos, esse evento foi uma forma de me desculpar com a minha família por não ter sido capaz de ver e nem de escutar quando a minha irmã precisou de ajuda” – relatando o abuso sofrido pela irmã quando era casada.

“O mundo só vai mudar quando nós, homens, entendermos que é preciso fazer parte dessa mudança e assumirmos uma masculinidade mais saudável e sensível. Não é vergonha nenhuma admitir que erramos e que precisamos melhorar, precisamos fazer a nossa parte” – afirma Takaki.

Todas as lives de preparação, bootcamps, cerimônias de abertura e encerramento, avaliações e projetos podem ser encontrados nas redes sociais do evento.

https://www.facebook.com/Inovathoncombateaviolencia/

https://bit.ly/YoutubeInovathon

1o Inovathon de Combate à Violência Doméstica

Apoio:

Uber, ABInova, APECC – Associação Paulista de Empreendedores do Circuito de Compras, Soninha Francine, AMAPRO, MDI (Mestres da Diversidade Inclusiva), DKS, Kiwi Orgânicos, OAB-SP, Fábrica de Criatividade, OISCA Brasil, FATEC Osasco, OMMBe, Verifact, Clube de Criatividade e CIOESTE

Realização:

HubTec Produções

InovAction.

O QUE É UM INOVATHON?

O termo Inovathon une duas palavras: inova/inovação e thon/maratona. Basicamente é uma jornada imersiva, que pode ter duração variada, na qual ferramentas como Design Thinking, Canvas entre outras aplicadas a projetos ágeis são apresentadas à equipes multidisciplinares, que se unem para buscar soluções criativas, viáveis e sustentáveis com foco em um determinado tema ou vertical.

MAIS INFORMAÇÕES: Daniela Harumi 11 9 8591 8558

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tribunal confirma condenação de faculdade que ofereceu curso sem autorização do MEC

A 7ª Câmara Civil do TJ manteve condenação imposta a uma instituição de ensino que ofertou curso de graduação em Farmácia sem autorização do...

RS | Família é encontrada morta dentro de casa

Vanessa Martins dos Santos, de 29 anos, Edson Toffolo, de 37 anos, e o filho dela, Enzo dos Santos de Oliveira, de 4 anos,...

Yoga em casa: Aprenda como começar a praticar

Pri Leite dá dicas de como a prática que a ajuda a cultivar a paz, plena consciência e boa forma pode ser feita dentro...

Night Run Costão do Santinho confirma data para 2021. As inscrições já estão abertas.

"Prova, em sua 10ª edição, está agendada para o dia 30 de janeiro, na Praia do Santinho, em Florianópolis".  Uma noite de esporte e muita...