“Los Lobos”, filme premiado em Berlim, estreia nos cinemas hoje quinta (16/09)

“Uma história comovente sobre dois irmãos que precisam crescer prematuramente para entender as motivações de sua mãe”

Materiais: https://1drv.ms/u/s!AuE8oJHSrL6UhflZBTeZSbt3GkWGUg?e=us7hPZ

Trailer: https://youtu.be/1F4pJuFSmko

Dirigido por Samuel Kishi Leopo, LOS LOBOS estreia no cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 16 de setembro, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte. O filme teve sua premiére mundial na mostra Geração do Festival de Berlim, onde conquistou o Grande Prêmio do Júri Internacional para Melhor Filme. No Brasil foi exibido no 9o Festival Olhar de Cinema de Curitiba, onde também recebeu a premiação de Melhor Filme da mostra.

LOS LOBOS é inspirado na história de vida do próprio diretor, e acompanha a história dos irmãos Maxy e Leo, que junto com sua mãe Lúcia, cruzam a fronteira do México com os Estados Unidos em busca de uma vida melhor. “Quando eu tinha cinco anos, minha mãe deixou meu pai e levou eu e meu irmão de três anos para os EUA. Cruzamos a fronteira com visto de turistas ao declarar que íamos para a Disneylândia. Minha mãe não tinha nenhum emprego, não falava inglês e não tínhamos um lugar seguro para morar. Ao viajar às pressas nossas posses eram apenas algumas roupas, alguns brinquedos e um gravador de fitas.”, conta o diretor Samuel Kishi Leopo.

Assim, como na vida real, Lúcia encontra um lugar para ficar, de acordo com o pouco dinheiro que tem, e ainda precisa sair para trabalhar e assim deixar as duas crianças sozinhas no pequeno apartamento recém alugado. Utilizando a imaginação como ferramenta para passar o tempo, as crianças criam uma visão do mundo através dos obstáculos da saudade e do tédio que os rodeiam. Enquanto esperam a mãe voltar, pensam na promessa que ela fez sobre ir para a “Disneylândia”.

A nova vizinhança de Maxy e Leo é composta por vários imigrantes, entre eles latinos, chineses, todos na mesma situação que a sua, sinalizando uma imposição de um tipo de vida onde aceitam as atuais conjunturas por falta de melhores caminhos a seguir naquele momento.

“Foi muito importante para mim basear-me nas histórias e vivências da comunidade imigrante de Albuquerque para a produção deste filme. Fiz uma mistura de elementos ficcionais e documentais em LOS LOBOS, e fui compondo caracteres fictícios em locais reais, seus arredores e o multiculturalismo que se construiu para a comunidade de imigrantes.”, diz o diretor Samuel Kishi Leopo.

LOS LOBOS é um singelo retrato sobre uma família imigrante em terras estrangeiras onde não são exatamente bem-vindos e sobre como laços improváveis podem ser feitos quando encontra-se um denominador comum. Como um abraço, o filme mostra o acolhimento entre mãe e filhos que precisam crescer para entender o mundo ao seu redor, e as decisões de uma mãe solo, para fazer com que tenham um futuro melhor do que o seu.

LOS LOBOS, estreia nos cinemas com distribuição da Vitrine Filmes

Sinopse:

Max e Leo, têm 8 e 5 anos, e acabam de imigrar para os Estados Unidos com a mãe. Seus dias passam dentro de um minúsculo apartamento, enquanto esperam sua mãe voltar do trabalho, com a esperança de viajar para a Disney e finalmente conhecer o mundo lá fora. Porém, os meninos terão que crescer prematuramente para entender as motivações de sua mãe.

Ficha Técnica:

LOS LOBOS (The Wolves)

Direção: Samuel Kishi Leopo

Roteiro: Samuel Kishi Leopo, Luis Briones e Sofía Gómez-Córdova

Elenco: Martha Reyes Arias, Maximiliano Nájar Márquez,

Leonardo Nájar Márquez e Cici Lau

Anos 2019

País: México

Gênero: Drama

Duração: 95 min.

Sobre a Vitrine Filmes

A Vitrine Filmes, em dez anos de atuação, já distribuiu mais de 160 filmes e alcançou mais de quatro milhões de espectadores. Entre seus maiores sucessos estão ‘O Som ao Redor’, ‘Aquarius’ e ‘Bacurau’ de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. Outros destaques são ‘A Vida Invisível’, de Karim Aïnouz, representante brasileiro do Oscar 2020, ‘Hoje Eu Quero Voltar Sozinho’, de Daniel Ribeiro, e ‘O Filme da Minha Vida’, de Selton Mello. Entre os documentários, a distribuidora lançou ‘Divinas Divas’, dirigido por Leandra Leal e ‘O Processo’, de Maria Augusta Ramos, que entrou para a lista dos 10 documentários mais vistos da história do cinema nacional.

Além do cinema nacional, a Vitrine Filmes vem expandindo o seu catálogo internacional ao longo dos anos, tendo sido responsável pelo lançamento dos sucessos “O Farol”, de Robert Eggers, indicado ao Oscar de Melhor Fotografia; “Você Não Estava Aqui”, dirigido por Ken Loach, e premiado com o Oscar de Melhor Filme Internacional 2021: ‘DRUK – Mais uma rodada’, de Thomas Vinterberg.

Em 2021, a Vitrine Filmes apresenta mais novidades, começando a atuar diretamente na produção audiovisual e também na capacitação de profissionais, com o programa de formação Vitrine Lab. Entre as estreias deste ano estão a Sessão Vitrine edição especial de 10 anos com lançamento coletivo de quatro longas, entre eles “A Torre”, de Sérgio Borges, “Entre Nós, um Segredo”, de Beatriz Seigner e Toumani Kouyaté, “Chão”, de Camila Freitas e “Desvio”, de Arthur Lins; o novo documentário sobre o impeachment da Dilma, “Alvorada”, de Anna Muylaert e Lô Politi; “First Cow”, da diretora Kelly Reichardt; “O Livro dos Prazeres”, de Marcela Lordy e muitos outros títulos.

Mais informações:

Sinny Assessoria e Comunicação

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS