Lojistas manifestam desapontamento com a administração municipal pela falta da iluminação natalina

A confirmação de que as ruas de Criciúma não terão iluminação de Natal foi recebida com surpresa e desapontamento pelos lojistas da cidade, sentimentos expressados em uma reunião na manhã da quarta-feira (8), no Salão Ouro Negro da prefeitura. Cerca de 20 empresários liderados pela CDL de Criciúma e o Sindilojas destacaram a importância da data comemorativa para o setor, responsável por cerca de 35% da movimentação econômica da cidade.

Em outubro desse ano, em uma reunião no mesmo local, a administração municipal e a Fundação Cultural de Criciúma (FCC) apresentaram o projeto de iluminação das ruas e uma proposta de programação artística para movimentar diferentes bairros. Fruto de conversas ao longo do ano todo, desde fevereiro, as ações seriam responsabilidade do poder público, enquanto a CDL concentra as forças na promoção Presentão de Natal para atrair consumidores à cidade.

O Governo do Município, então, para o dia 3 de dezembro (última quinta-feira), convocou uma chamada para empresas interessadas em executar o serviço de instalação da iluminação pública projetada. Nenhuma empresa apareceu.

Ao prefeito Clésio Salvaro, a presidente da CDL de Criciúma, Andréa Gazola Salvalaggio, pediu empenho para reverter a situação, ainda que de forma paliativa. O prefeito colocou a mão de obra da equipe da COSIP à disposição das associações de ruas e bairros que possuem materiais de iluminação para fazer a instalação.

Alfa Comunicação e Conteúdo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS