Limpeza dos Mares chega à marca de 106,2 toneladas

Comemorando o Dia dos Oceanos e a Semana do Meio Ambiente, o projeto Limpeza dos Mares retornou ontem domingo (13) ao local onde tudo começou e que sediou diversas das 24 etapas realizadas até agora: a Reserva Biológica Marinha do Arvoredo. Com a ação, o projeto chegou à marca de 106,2 toneladas retiradas do fundo do mar, praias e costões.

“Foi impressionante o número de plástico encontrado no costão do Saco do Capim, além de lixos no fundo do mar. Foram 235 garrafas pet, 11 galões, 02 contêineres grandes de lixo urbano, três bolas, uma garrafa térmica de café, chinelos, sapatos, botas, espumas, resto de barco, baldes, cinco redes de pesca, bonecas, isopor, parafuso e outros. Totalizando mais de meia tonelada de lixo”, conta Michele Castilho, diretora da Acatmar, realizadora da iniciativa.

Devido à pandemia, a embarcação do projeto foi com a metade da sua capacidade – no total 30 voluntários entre mergulhadores e demais pessoas fizeram sua parte. A etapa também teve a participação de embarcação da Marinha do Brasil e do ICMBio.

O Limpeza dos Mares também contempla um sério programa de conscientização sobre a preservação. “Em todo esse tempo também escolhemos as escolas para palestras e ações junto às crianças, garantindo um futuro mais sustentável”, conta Michele.

“Se cada um fizer a sua parte, teremos condições melhores em breve. Nosso apoio vai além do patrocínio, pois estamos engajados com colaboradores da rede atuando como voluntários”, explica Leandro Hommerding, gerente regional de marketing do Fort Atacadista, patrocinador do Limpeza dos Mares.

A realização foi da ACATMAR, Mundo Mar e Acquanauta, com patrocínio do Fort Atacadista e apoio da Capitania dos Portos de SC, ICMBio, Policia Militar Ambiental SC, Companhia da Praia, Iate Clube Veleiros da Ilha, Paulista Balões, Plastkolor, Comcap,  e programa Bandeira Azul.

Reportagem: André Seben: Jornalista/PalavraCom

ÚLTIMAS NOTÍCIAS