Laguna : Mais uma emissora de TV desliga sinal analógico na cidade

A partir de hoje segunda-feira, 3, o sinal analógico da NDTV, emissora afiliada à RecordTV em Santa Catarina, deixa de ser transmitido para as cidades de Laguna e Pescaria Brava (canal 22), Tubarão (canal 7), Imbituba (canal 24) e Criciúma (canal 25). A medida faz parte do processo de digitalização das transmissões da estação. É a segunda emissora da região que promove o desligamento na cidade.

A medida foi anunciada oficialmente na sexta-feira, 30, durante o programa Balanço Geral Criciúma. Desde 2014, a emissora transmite no sinal digital para a cidade através do canal virtual 7.1, mesmo que usará para exibir suas imagens na cidade em Tubarão.

Com a desativação, o canal 22 analógico exibirá uma mensagem informativa sobre o desligamento do sinal e depois de alguns dias será oficialmente desativado. A faixa foi autorizada a entrar em funcionamento no começo dos anos 2000, segundo registros da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Na tela, já passaram as imagens da RedeSC (SBT) e anteriormente da RICTV (Record), sinais que vinham de Florianópolis através de uma rede de links de repetição.

A RICTV virou NDTV em dezembro de 2019 e em novembro de 2020 pôs em funcionamento uma emissora na cidade de Criciúma, o que fez com que a antena de Laguna passasse a receber as imagens direto da capital carbonífera. A emissora disponibilizou o telefone (48) 9 8818-1938 para recebimento de mensagens, via WhatsApp, caso algum telespectador tenha dúvidas.

Apenas três canais vão seguir no analógico – por enquanto

A primeira estação do Sul com repetidora em Laguna a desligar seu sinal analógico foi a NSC TV, afiliada da TV Globo, em 30 de setembro do ano passado. A emissora com sede em Criciúma tinha seu sinal transmitido nos canais 13 e 8, e agora está disponível no digital 13.1.

A UnisulTV, afiliada da TV Cultura em Tubarão, ainda não possui previsão de desligamento, estando focada na conclusão do processo de digitalização e obtenção de todas as licenças necessárias junto ao Ministério das Comunicações (MiniCom). A emissora transmite, desde 2012, no canal 26.

A TV Barriga Verde, integrante da Rede Bandeirantes, é sintonizada no canal 38 e está em processo de digitalização. O Portal não conseguiu contato com a emissora da capital. O SCC, afiliado ao SBT, deve permanecer até o final do ano com o sinal analógico no canal 3, mas já possui sinal analógico em funcionamento na cidade, através do canal virtual 3.1.

Sinal digital traz mais qualidade

“Está chegando ao fim a era da transmissão analógica da TV aberta em Santa Catarina, passando para digital um sistema de transmissão com qualidade superior de imagem e som”, reconhece o técnico Luis Adelmo, que trabalha com equipamentos de televisão. Em Laguna, todas as imagens recebidas são via repetidora, uma vez que a cidade não possui disponibilidade de canal para sediar uma emissora.

Para os telespectadores, a imagem melhora (o formato da imagem passa de um quadrado 4:3 para retangular 16:9, permitindo mais profundidade), o som também ganha mais qualidade e há mais estabilidade no sinal, acabando com os famosos “fantasmas”. De acordo com Adelmo, o telespectador de Laguna não precisa se preocupar, que não irá ficar sem a televisão.

Nos televisores produzidos a partir de 2012, já há um conversor internamente, o que não necessita gastos com equipamentos a parte. Nos equipamentos mais antigos é necessário comprar essa peça para que o televisor capte os sinais digitais. “Fique tranquilo. Você terá obrigatoriamente que adquirir um conversor para sinais digitais para aproveitar ainda seu equipamento antigo com imagens com uma melhor qualidade. Este equipamento tem um custo baixo e esta a disposição nas lojas do ramo”, orienta o técnico.

A desativação vai permitir, entre outros benefícios, que o governo amplie a oferta de faixa de sinal para que as operadoras de telefonia melhorem a qualidade do sinal de internet com tecnologia 4G e 5G, por exemplo. A mesma situação ocorre com as emissoras de rádio AM, que estão há quatro anos fazendo a migração para o FM – Laguna não tem mais transmissão em amplitude modulada desde 2017.

Reportagem: Agora Laguna

ÚLTIMAS NOTÍCIAS