Laguna | Consórcio deve assumir conta de energia elétrica da Ponte Anita Garibaldi

O prefeito de Laguna, Mauro Candemil (MDB), salientou, nesta terça-feira, 7, que está considerado no contrato assinado de concessão da BR-101, o consumo de energia elétrica da ponte Anita Garibaldi na praça de pedágio. A cidade terá um pedágio no KM 298, na divisa com Imbituba.

Sobre o consumo de energia até os dias atuais, Candemil disse que aguar decisão do STF. “Estamos aguardando a decisão do Superior Tribunal Federal. Solicitamos que o custo da responsabilidade do pagamento do consumo não seja debitado à prefeitura, mas sim de responsabilidade do governo federal”, explica.

Nos argumentos apresentados pela procuradoria do município, Laguna argumenta que, além de não ter disponibilidade financeira e orçamentária para suportar os custos da iluminação, entende que essa responsabilidade é da União, por meio do Departamento Nacional (DNIT), em razão da inexistência de interesse local.

O valor mensal da iluminação da Ponte Anita Garibaldi gira em torno de R$ 6 mil.

A ponte foi inaugurada em 15 de julho de 2015.

Com informações da Revista Única

ÚLTIMAS NOTÍCIAS