LAGES | Força de Segurança atua na fiscalização para o cumprimento das novas normas de funcionamento

Noite de sexta-feira, em tempos normais, no passado, era oportunidade para descontrair com amigos e fazer atividades recreativas de forma coletiva. Mas com a chegada da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) um novo normal está se estabelecendo na vida das pessoas de todo o mundo. E isto não é diferente em Lages. Com o aumento, nos últimos dias, dos casos confirmados para o novo Coronavírus, e consequentemente a elevação dos índices de internamentos em leitos de enfermaria e das Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) dos hospitais de Lages, somados com o relaxamento da sociedade nos cuidados básicos para prevenção e combate ao Coronavírus, a Prefeitura por meio da Força de Segurança, instituída por Decreto assinado pelo prefeito Antonio Ceron, atuou na sexta (17 de julho), na fiscalização em estabelecimentos de diversos segmentos.

Esta Força de Segurança composta por profissionais e agentes da Defesa Civil Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Vigilância Sanitária, e Diretoria de Trânsito (Diretran), percorreu diversos pontos da cidade para averiguação do cumprimento do Decreto nº 18.062, que estabelece entre outras normas, horários limites para fechamento dos estabelecimentos.

As equipes foram dividas para percorrem os bairros e a área central da cidade. Na ocasião foram fiscalizados comércio em geral, bares, restaurantes, boates, lanchonetes, pizzarias, academias, mercearias, mercados, lojas de conveniência, igrejas, ginásios de esportes, entre outros. Em um primeiro momento a Força de Segurança circulou pelas principais ruas e avenidas da área Central e das imediações do bairro Coral. A meta era de verificar se o comércio em geral estava respeitando o horário limite, até às 19 horas, para o fechamento destes estabelecimentos. No decorrer da operação de fiscalização foram percorridos todos os pontos da cidade.

No bairro Várzea, por exemplo, após denúncias de aglomerações, foi determinado o fechamento de um bar antes do horário previsto no Decreto. As pessoas que estavam no local foram orientadas a retornarem para suas residências e o proprietário foi advertido pelos agentes da Força de Segurança.

Já no bairro Popular, em um ginásio de esportes, após denúncia, foi flagrada atividade esportiva no local. De forma imediata a Força de Segurança encerrou os trabalhos e o responsável fechou o ginásio.

“O período de orientação já passou. As pessoas estão conscientes dos seus atos e o que esta atitude pode resultar na saúde de si mesmos ou na saúde dos outros. Mas de uma forma geral não tivemos muitos problemas nesta noite de sexta e madrugada de sábado”, comentou o secretário executivo da Defesa Civil, Luiz Henrique de Souza.

O descumprimento das normas poderá ensejar na penalidade prevista no art. 268 do Código Penal (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa), passível de detenção e multa. Os estabelecimentos que não cumprirem com as condições de posturas e sanitárias serão interditados por um período de um dia. A cada reincidência o período de interdição será dobrado sucessivamente.

Neste sábado (18 de julho) a Força de Segurança retorna às ruas de Lages para executar o trabalho de fiscalização no cumprimento do Decreto 18.062.

Fotos: Ari Junior

Prefeitura de Lages

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Meu CPF simplifica serviços on-line junto a Receita Federal

Visando o aumento significativo na demanda por atendimento para obter serviços relacionados ao CPF nas unidades físicas, a Receita Federal lançou no site uma...

PM em Blumenau conta com dois novos integrantes

A partir de novembro, o 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) contou com novos reforços na Companhia de Patrulhamento Tático (CPT), em Blumenau. Os dois...

Polícia Civil prende suspeito de latrocínio de idosa de 91 anos

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de latrocínio (roubo seguido de morte) de uma idosa de 91 anos em Papanduva. A ação é da...

Galinhas substituem agrotóxicos em ação contra veneno na agricultura

A presença de insetos é uma frequente preocupação para agricultores. Os animais são capazes de prejudicar plantações e, para evitá-los, é comum que fazendeiros...