InícioÚltimas do Olhar do SulJovens do Morro dos Prazeres, do Rio de Janeiro, lançam edital Favela...

Jovens do Morro dos Prazeres, do Rio de Janeiro, lançam edital Favela Empreendedora

Iniciativa de jovens graduados da rede do Programa Jovens Construtores no Brasil, do Cedaps, com o apoio da Prudential do Brasil e BrazilFoundation, financiará 10 ideias em comunidades cariocas.

Dados do IBGE referentes à virada de 2021 para 2022 mostram que a taxa de desocupação entre jovens com 18 a 24 anos é o dobro do índice geral verificado no país. Ou seja, algo em torno de 22% do total de desempregados. Fatores como a falta de oportunidades profissionais tem contribuído para acentuar esse problema estrutural: sem dinheiro, é mais difícil prosseguir com os estudos; sem formação, a inserção no mercado formal e seletivo de trabalho fica prejudicada.

Para aumentar o número de oportunidades, nada melhor do que um projeto idealizado por jovens de comunidade para outros jovens em igual situação. Arthur Felizardo, de 26 anos, e Hugo Sabino, de 25, moradores do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro, idealizaram o Favela Empreendedora, em parceria com a Prudential do Brasil e BrazilFoundation.

Os dois fazem parte da rede do Programa Jovens Construtores – implementada no Brasil, pelo Centro de Promoção e Saúde (Cedaps). O edital vai financiar dez ideias de empreendedorismo no Rio, voltada exclusivamente aos graduados do próprio Programa.

Os projetos selecionados receberão recurso semente no total de R$ 1 mil cada. O valor será repassado ao fim da Trilha Formativa de quatro semanas, na qual haverá a presença de convidados e especialistas que debaterão temas, como marketing pessoal e digital, regularização do negócio, MEI, educação financeira e experiência potente de empreendedores comunitários de sucesso.

O Jovens Construtores é desenvolvido pelo Cedaps no Brasil desde 2009. É uma tecnologia social voltada à formação de jovens, de 17 a 25 anos, originalmente concebida pela organização YouthBuild. O objetivo é contribuir para o crescimento pessoal e profissional de moradores de favelas e periferias, associada à mobilização e ao desenvolvimento de famílias, organizações e comunidades.

Jovens no apoio a outros jovens

Arthur e Hugo participaram da edição de 2015, na comunidade em que vivem. Desde então, passaram por vários processos dentro do Cedaps e, hoje, integram a equipe técnica. Os dois abraçaram todas as oportunidades que foram surgindo, como, em 2021, quando aceitaram o convite para participarem do projeto Global Equity Fellowship, do YouthBuild Internacional, e se juntarem a outros jovens do programa da África do Sul, Canadá e Colômbia para discutirem, de forma online, sobre diversas temáticas e participaram de oficinas.

“No fim, recebemos um recurso para desenvolvimento de ações e criamos o Favela Empreendedora. A inserção no mercado de trabalho é um grande desafio para os nossos jovens e o empreendedorismo acaba sendo uma alternativa”, diz Arthur, que hoje é formado em gestão comercial e com MBA em gestão estratégica. Além disso, já teve oportunidade de representar o Jovens Construtores, nos Estados Unidos.

Para Hugo, muitos jovens de comunidades entram para o empreendedorismo como uma forma de sobrevivência. ”Faltam oportunidades e, para não ficar sem renda ou não ter o que comer, são obrigados a atuar dessa forma, seja como fotógrafo, segurança de festas ou outros recursos que vão encontrando. Por isso, eu e o Arthur tivemos a ideia do edital, mas não queríamos nada de curto prazo, e sim algo que tivesse um processo pedagógico para quem fosse contemplado com esse fundo semente e com oficinas temáticas para agregar a sua ideia empreendedora”, explica ele, que sempre sonhou em trabalhar com comunicação social e hoje cursa a faculdade de jornalismo na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

“Temos um grande orgulho de contar com o Arthur e o Hugo na nossa equipe. São exemplos de que todos os jovens merecem uma oportunidade de inserção no mercado de trabalho, abrindo uma possibilidade de futuro, não só para eles, mas para todo o seu entorno. Esse é o objetivo do Jovens Construtores. Temos acumulado excelentes resultados, desde 2009, em 14 anos de atuação”, diz Melissa Abla, coordenadora da Frente da Juventude do Cedaps.

Sobre o Cedaps

O Centro de Promoção e Saúde (Cedaps) promove a plena participação de comunidades populares nos processos de desenvolvimento e o aprimoramento de políticas públicas que atuam nesses territórios, contribuindo para a promoção da saúde, a garantia de direitos e a equidade.

RPM Comunicação

Monica Hing

Telefone: (21)99551-8536