InícioMundoJihadistas do Estado Islâmico matam 15 coletores de trufas na Síria

Jihadistas do Estado Islâmico matam 15 coletores de trufas na Síria

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) matou 15 pessoas que procuravam trufas no centro da Síria, e outras 40 estão desaparecidas — informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) nesta sexta-feira (24).

A trufa do deserto, que é colhida de fevereiro a abril, é vendida por um bom preço na Síria, país devastado por 12 anos de guerra e de crise econômica. O quilo custa entre US$ 5 e US$ 25, dependendo do tamanho e da qualidade, em um país onde o salário médio mensal está em torno dos US$ 18.

Desde fevereiro, pelo menos 150 pessoas, a maioria civis, morreram nas mãos do EI, ou foram vítimas de minas deixadas pelos extremistas, relatou o OSDH.

“Pelo menos 15 pessoas, entre elas sete civis e oito combatentes locais pró-regime, foram mortas por militantes do Estado Islâmico, degoladas, enquanto colhiam trufas na quinta-feira”, disse o diretor da ONG, Rami Abdel Rahman.

Outras 40 foram dadas como desaparecidas desde o ataque, ocorrido na província de Hama, acrescentou Abdel Rahman.

lar/aya/avl/eg/tt

por AFP