Itapiranga elenca estratégias para fomentar o turismo

A Administração Municipal de Itapiranga, no extremo oeste catarinense, recebeu na última semana do Sebrae/SC as soluções “Plano de Marketing Turístico”, “Desenvolvimento e Promoção do Destino” e “Implantação de Rotas e Roteiros”. Os três estudos fazem parte do Programa Cidade Empreendedora, executado localmente, desde 2017.

No Plano de Marketing Turístico com aproximadamente 170 páginas constam informações sobre as características do território, diagnóstico e análise do turismo local, oferta turística, demanda do setor com sondagem da concorrência, pesquisa sobre as ferramentas atuais, utilização para promoção e estratégias de marketing.  O estudo amplia a visibilidade e a comercialização do destino, além de organizar e direcionar as ações necessárias para consolidar Itapiranga como um destino de referência e qualidade na oferta turística.

O documento apresenta como segmentos turísticos que contribuirão para promover e desenvolver o município nos próximos anos o turismo histórico cultural, gastronômico, rural, ecológico e náutico. As definições tiveram como base a motivação atual do fluxo turístico, a oferta existente e os potenciais identificados. A elaboração é fruto de uma construção coletiva entre o poder público, a iniciativa privada e a comunidade. O propósito é valorizar a cultura local, fomentar a diversidade de produtos turísticos e aumentar o fluxo de visitantes, além de integrar e promover roteiros regionais, valorizando o extremo oeste.

De acordo com as consultoras credenciadas ao Sebrae/SC Karla Fabiana Hall e Silvia Nowalski a estratégia do marketing turístico está centrada na premissa de que Itapiranga pode se firmar e obter reconhecimento como um destino cultural, que proporciona experiências e seja atraente e seguro, com uma rica história, gastronomia típica e um povo disposto a receber bem os visitantes. “A marca Itapiranga Cultural reflete o orgulho de suas tradições e um município que está decidido a preservar e perpetuar a cultura alemã na região e fazer deste motivo uma efetivação do fluxo turístico”, comentou Karla.

Para o prefeito Jorge Welter, com o propósito de fortalecer o turismo local e fomentar o desenvolvimento regional, o município consolidou no documento as diretrizes e metas estabelecidas para o setor. “O Plano de Marketing Turístico foi construído para valorizar nossa cultura dando visibilidade aos atrativos turísticos, além de promover a região Caminhos da Fronteira. O plano almeja o aumento de turistas, de investidores e de empresas contribuindo para a geração de trabalho e renda às comunidades locais”, ressaltou.

A Administração Municipal também recebeu o documento de Desenvolvimento e Promoção do Destino. Na campanha foram desenvolvidas peças promocionais voltadas à comunidade para divulgar os potenciais existentes, estratégias para atrair visitantes e também ações direcionadas à imprensa.

Implantação de Rotas e Roteiros

A solução Implantação de Rotas e Roteiros visa promover o desenvolvimento sustentável do turismo no município por meio da integração da oferta turística (atrativos e equipamentos turísticos) na forma de uma rota turística institucionalizada. Com a implantação da metodologia as empresas do trade turístico passam a atuar em conjunto no processo de desenvolvimento e comercialização do destino, tem um plano estratégico de desenvolvimento turístico e um plano de comunicação da rota, além de terem um modelo de governança instituído para promover a adequada gestão.

Constam no documento de aproximadamente 130 páginas informações sobre o mapeamento georrefereciado da oferta turística; diagnóstico da oferta; demanda potencial; 20 planos de melhoria; planejamento estratégico; infraestrutura de sinalização/comunicação; proposta de roteiros; plano de comunicação da rota e apresentação de produtos e precificação. Os responsáveis técnicos pela elaboração foram os consultores credenciados ao Sebrae/SC: Carlos Cappelini, Alexandre Neumayr, Claudia Gomes e Tadeu Monte.

De acordo com o prefeito, Jorge Welter, Itapiranga tem muitas potencialidades e conta com uma paisagem rural belíssima, por isso a intenção é auxiliar nos investimentos de consolidação de novas atrações turísticas, instigar adequações nas estruturas existentes para atender as necessidades dos visitantes e preparar os empreendedores para atuar nesse segmento de maneira planejada e sustentável. “A Administração Municipal vislumbra no turismo uma estratégia para promover o desenvolvimento econômico local, com ações de médio e longo prazo que precisam do suporte da iniciativa privada e de entidades empresariais”, comenta Welter.

Perfil do município

Itapiranga é destaque na produção e na exportação de alimentos, além de integrar o micro polo de desenvolvimento da tríplice fronteira. O município tem a agropecuária como base econômica, com ênfase para avicultura, bovinocultura de leite, suinocultura, cultivo de milho, fumo e outros produtos agrícolas. A geração de empregos está concentrada na indústria da transformação, que compreende agroindústria, abatedouros e derivados, indústrias de móveis, estofados e marcenarias. Também proporciona qualidade de vida e tem excelentes índices de empregabilidade, segurança e educação, além de uma forte manifestação artístico-cultural por meio dos grupos de dança e música alemãs.

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS