INSS: 7,3 milhões de aposentados precisam fazer a prova de vida

Cerca de 7,308 milhões de segurados ainda precisam fazer a prova de vida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) até o fim do ano.

INSS explicou que o número deve ter caído desde então, uma vez que ainda não foram contabilizados os dados de agosto.

Em nota, o INSS orienta ao cidadão, antes de se deslocar até uma agência bancária, a conferir se o banco oferece alternativas, como a realização da Prova de Vida em caixas eletrônicos, aplicativos para celular ou internet.

  • Biometria facial: o serviço está disponível apenas para beneficiários que já possuem biometria facial cadastrada junto aos órgãos de trânsito (carteira de motorista) ou Justiça Eleitoral (título eleitoral). Os segurados selecionados para biometria são avisados por SMS (pelo número 280-41) ou e-mail.
  • Procuração: o INSS disponibiliza ainda, na internet, o serviço “Cadastrar ou Renovar Procuração”, que pode ser utilizado pelo segurado que necessita autorizar um procurador para realizar a prova de vida na agência bancária. É possível cadastrar um procurador nos casos em que o beneficiário esteja com doença contagiosa, impossibilitado de andar, ausente por viagem ou que tenha acima de 80 anos. A solicitação desse serviço é feita pelo Meu INSS.
  • Prova de Vida domiciliar: as pessoas que se encontram acamadas, hospitalizadas ou que sejam maiores de 80 anos, com dificuldade de locomoção, podem solicitar a prova de vida domiciliar pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h, ou pelo Meu INSS.
Agora, o segurado do INSS pode ver a data da última realização e a data da validade da prova de vida. Para isso, basta acessar o Meu INSS e clicar no botão “Prova de Vida”.

Tácio Lorran

Foto : Unsplash
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS