IMBITUBA | cancela réveillon e Laguna discute alterações

Um dos mais tradicionais eventos de fim de ano começa a ser discutido na região. Ontem, Imbituba anunciou que não haverá festa de Réveillon organizada pelo município. Em Laguna, a queima de fogos poderá ser feita no Morro da Glória, sem a presença de espectadores. O assunto será discutido pela cidade na segunda-feira, em reunião com os demais secretários de municípios litorâneos.

Todas as mudanças se dão devido à pandemia de covid-19. “Atravessamos um momento de muitas incertezas com relação à pandemia. Não sabemos como estaremos no final de ano. Além disso, há também as incertezas econômicas que as consequências da epidemia vão trazer. Temos que ter cuidado com a saúde das pessoas e com a questão orçamentária, tendo em vista a queda de arrecadação que já sofremos, e ainda não sabemos como serão as coisas nos próximos meses”, diz o prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior.

Conforme o secretário de Turismo de Laguna, Evandro Flora, o objetivo da reunião é unificar a decisão sobre a realização, por parte das prefeituras, sobre o Réveillon. “Outras cidades do Brasil estão cancelando a virada do ano. Temos que agir juntos. Não adianta uma cidade promover e a outra não. Vai criar uma invasão no Litoral. Ações para inibir aglomerações também serão pensadas”, diz Evandro. Sobre o Carnaval, o secretário informa que ainda é cedo para analisar a questão.

No Estado, Blumenau é uma das cidades que já anunciou o cancelamento da festa de Réveillon por causa da pandemia do coronavírus. Além do Réveillon, a covid-19 alterou também o calendário de festas em diversas cidades de Santa Catarina, inclusive com o cancelamento das maiores festas populares do Estado, como a Oktoberfest, em Blumenau; a Festa Nacional da Maçã, em São Joaquim;e Festa Nacional do Pinhão, em Lages.

Maiores festas sem decisão

Em Florianópolis e Balneário Camboriú, que têm as maiores queimas de fogos de Santa Catarina, por enquanto não foi anunciada nenhuma mudança devido à pandemia. O prefeito de Balneário, Fabrício Oliveira, disse que ainda não avaliou a agenda de fim de ano diante do novo coronavírus. Já o  prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, disse que deve avaliar mais à frente o quadro epidemiológico.

Com informações do Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PM apreende quase 70 kg de maconha em Criciúma

Por volta das 15h, na Avenida dos Imigrantes, bairro Vila Isabel, em Criciúma, na quinta-feira, 17, ocorreu mais uma prisão por tráfico de drogas....

Semana Nacional de Trânsito inicia em todo o país

A Semana Nacional de Trânsito, conforme disposto no art. 326 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é comemorada anualmente entre os dias 18 e...

As fotos inusitadas do fotógrafo japonês especialista em gatos de rua

Estamos acostumados a ver ensaios de gatinhos e cachorros em nossa timeline. Fantasiados, em meio à natureza ou abraçados com seus donos, eles sempre costumam ser...

Polícia Civil cumpre buscas e realiza prisão em investigação sobre furtos com o uso de “chapolin”

A Polícia Civil realizou na sexta-feira (18) a Operação "Não Contavam com Minha Astúcia". Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um...