Imaruí e Canelinha entregam cestas básicas

Imaruí, situado no sul do Estado, e Canelinha, no vale do Rio Tijucas, lançaram no último fim de semana o Agro Fraterno, durante atos públicos que reuniram autoridades locais e do Estado. O programa faz parte de uma ação nacional que visa doar alimentos às famílias do meio rural afetadas pela pandemia da COVID-19. Em Santa Catarina, a iniciativa é do Sistema FAESC/SENAR-SC (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado), em parceria com as entidades e organizações que fazem parte do Fórum Permanente do Agro Catarinense.

Durante participação nos eventos, o presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo lembrou que o movimento foi criado neste ano em Brasília pelas entidades do setor e destacou que, apesar das dificuldades, o agronegócio não parou. “Continuamos produzindo alimentos para o Brasil e para o mundo com boa remuneração e com recursos altamente positivos para nossa categoria. Por isso, é mais do que justo ajudarmos, juntamente com nossos irmãos do agro, os produtores que vivem no interior e passam dificuldades. Começamos em Abelardo Luz e Entre Rios no dia 13 de agosto com a entrega de diversas cestas básicas e, em seguida, lançamos o Agro Fraterno nos outros oito municípios”, observou Pedrozo.

O 1º vice-presidente de finanças do Sistema FAESC/SENAR-SC, Antonio Marcos Pagani, enfatizou que a iniciativa tem um significado importante porque permite distribuir alimentos para quem produz e, que neste momento, passa por dificuldades. “Isso nunca havia acontecido! O agro é responsável por manter a economia do País e também está ajudando pessoas carentes do meio rural. Não tem coisa mais saudável do que poder atender quem precisa. Foi um grande gesto de gratidão do Sistema com as pessoas que produzem alimentos, mas que precisam do desse auxílio”.

O prefeito de Imaruí Patrick Corrêa, reconheceu a importância o Agro Fraterno para ajudar a população rural em situação de vulnerabilidade social no município. Também estiveram presentes no evento o vice-prefeito José Euclides da Rocha, o presidente do Sindicato Rural de Imaruí Ariosvaldo Alves, a supervisora regional do SENAR/SC Sueli Silveira Rosa a gerente da Cresol de Imaruí Andreia Carvalho, a secretária de assistência social Marlei Moretti, entre outros.

No ato de lançamento do Agro Fraterno em Canelinha, o prefeito Diogo Maciel, reforçou a importância do Programa e da união entre os agentes do setor agropecuário para amenizar a situação de vulnerabilidade que milhares de famílias estão enfrentando. “Muito importante essa parceria para entrega de cestas básicas para as pessoas carentes. Agradeço ao Sistema CNA/SENAR e demais instituições envolvidas nesse projeto”.

Outras lideranças que participaram do ato em Canelinha foram o vice-prefeito e secretário de Assistência Social Antônio Carlos Machado Júnior, o supervisor regional do SENAR/SC Darci Aloísio Wollmann, o secretário de Agricultura Martinho Tomazia, o secretário de obras Silvio Reis, a secretária de saúde Sueli Grimm, o cacique Marcelo Benite – Nhamandu Papa, da Aldeia Indígena Guarani TEKOÁ-TAVAÍ, entre outras lideranças.

O município de Imaruí recebeu 594 cestas básicas e Canelinha recebeu 582 unidades que beneficiarão as famílias em duas etapas. Os 10 municípios receberam 10 mil unidades de 15 kg cada. Os eventos também oportunizaram entregar aos prefeitos o catálogo com a lista de treinamentos gratuitos oferecidos pelo SENAR/SC em todo o Estado.

PARCERIAS

O Sistema FAESC/SENAR-SC aderiu ao movimento nacional juntamente com as demais entidades e órgãos que compõem o Fórum Permanente do Agro Catarinense: Organização das Cooperativas (OCESC), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAESC), Federação das Cooperativas Agropecuárias (FECOAGRO), Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados (Sindicarne), Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e Secretaria de Estado da Agricultura da Pesca e do Desenvolvimento Rural. A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social apoia com a logística de entrega e seleção dos beneficiários.

O Agro Fraterno foi criado pela Confederação Nacional da Agricultura (CNA), juntamente com o SENAR, a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e as entidades do Instituto Pensar Agro (IPA).

Reportagem: MB Comunicação Empresarial/Organizacional

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS