Hospital São Camilo, em Imbituba, tem somente três pessoas internadas com covid-19

Santa Catarina registra, nesta segunda feira (12), 16.998 pessoas acometidas pela Covid-19, que são consideradas casos ativos. Nas últimas 24 horas, 1.033 pessoas foram diagnosticadas com o vírus, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e houve mais 38 óbitos na comparação com o boletim anterior.

Em Imbituba, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou, entre sábado (10) e segunda-feira (12), 13 novos casos da Covid-19. Do total, oito foram confirmados por exame laboratorial e, cinco, por teste rápido.

Com um ritmo de vacinação acelerado em Imbituba e região, há apenas três pessoas internadas no hospital São Camilo acometidas pela covid-19, todas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), duas delas moradores de outros municípios vizinhos. Esta é a primeira vez desde o início da pandemia que a casa de saúde tem um número tão reduzido de pacientes relacionados ao coronavírus em todas as suas alas.

Lista dos novos infectados, por bairro: 

  • Centro – 02
  • Guaiuba – 01
  • Ibiraquera – 02
  • Nova Brasília – 01
  • Roça Grande – 01
  • São Tomaz – 01
  • Vila Nova Alvorada – 02
  • Vila Nova – 01
  • Village – 01
  • Outra cidade – 01

Estado

Levando em conta os dados proporcionais à população, a região do Estado com a maior quantidade de casos ativos é a de Xanxerê, com 303 para cada 100 mil habitantes. Na sequência, aparecem a Serra (294) e a Foz do Rio Itajaí (290).

O panorama geral de Santa Catarina apresenta um total de 1.079.089 pessoas que já tiveram Covid-19. Dessas, 1.044.745 estão recuperadas, segundo os dados estaduais. No entanto, 17.356 pessoas perderam a vida para o coronavírus, colocando a taxa e letalidade em 1,61%.

Há 1.528 leitos de UTI Adulto ativos pelo SUS (Sistema Único de Saúde) no Estado. São 1.327 ocupados, sendo 815 por pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. A taxa de ocupação de leitos de UTI Adulto é de 86,8%.

Variante Delta em SC

Joinville divulgou que duas pessoas, um homem de 54 anos e uma mulher de 48, estão sendo monitorados pela suspeita de ter contraído a variante Delta, depois que tiveram contato com uma terceira pessoa no Paraná, também suspeita de infecção pela nova variante do coronavírus. Esta terceira pessoa teria encontrado um indivíduo que obteve confirmação da variante Delta.

No entanto, o casal joinvilense teria sido contaminado em abril, mas só agora as autoridades sanitárias foram notificadas sobre a possível ocorrência.  Será analisado se o casal teve contato com a variante através de possíveis amostras coletadas na época.

Nova faixa etária

Uma nova faixa etária passou a ser considerada a mais preocupante em termos de morte por Covid-19. Com a vacinação abrangendo a maior parte dos idosos catarinenses, a pandemia registrou um aumento de mortes entre adultos de 40 a 59 anos de idade. Jovens adultos, dos 20 aos 39 anos, também integram o panorama preocupante.

Enquanto a população acima dos 70 anos já registra 70% de cobertura vacinal, entre as pessoas abaixo dos 59 anos, a segunda aplicação da doses não ultrapassa os 10%.

No início deste mês, Santa Catarina registrou queda de 75% no número de mortes de idosos com mais de 60 anos por covid-19 e uma redução de 26% nas demais faixas etárias.

Com informações do site A Hora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS