Homem que tentou matar ex-namorado é condenado a 12 anos de prisão em Criciúma

O Tribunal do Júri da comarca de Criciúma condenou um homem a 12 anos, cinco meses e dez dias de reclusão, em regime inicial fechado, por tentativa de homicídio contra seu ex-companheiro, em sessão promovida na quinta-feira (15/7).

Segundo a denúncia, o crime aconteceu no bairro Vila Zuleima, em Criciúma, em outubro de 2018, quando o réu entrou no quarto onde a vítima dormia, mesmo com a porta trancada, e despejou sobre ela uma panela com água e óleo fervente.

A vítima conseguiu fugir e buscar ajuda de uma colega de trabalho, a duas quadras do local do crime. O agressor foi até o local de carro com uma faca e passou a desferir golpes contra a vítima, que foi atingida por 12 vezes mas sobreviveu pela intervenção dos vizinhos.

O Conselho de Sentença reconheceu que o crime foi praticado por motivo fútil (não aceitar o fim do relacionamento e por ciúmes), meio cruel (por ter atingido a vítima com líquido fervente no rosto e tronco e, posteriormente, com golpes de faca em diversas partes do corpo), além de recurso que impossibilitou a defesa do ofendido, que dormia no momento em que foi atacado.

O réu foi condenado por tentativa de homicídio triplamente qualificado à pena de 12 anos, cinco meses e dez dias de reclusão, em regime inicial fechado. Ele estava preso desde fevereiro de 2019 e teve negado o direito de recorrer em liberdade. O processo tramitou em segredo de justiça. Cabe recurso da decisão ao TJSC.

TJSC
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI

ÚLTIMAS NOTÍCIAS