Homem que tentou asfixiar policial irá a júri popular em Santa Rosa do Sul

Publicado em 16 de janeiro de 2020

Um homem acusado de tentar estrangular um policial, com um golpe de ‘mata-leão’, ao resistir à prisão, será julgado pelo Tribunal do Júri pelo crime de tentativa de homicídio triplamente qualificado. Os fatos aconteceram em setembro de 2019, durante uma blitz em Passo de Torres. Segundo a sentença de pronúncia, prolatada nesta terça-feira (14/01), pelo juiz da comarca de Santa Rosa do Sul, Renato Della Giustina, o Conselho de Sentença também irá julgar os crimes de resistência e desacato.
De acordo com os autos, após ser abordado por dois policiais militares e serem constatadas irregularidades no veículo, o acusado teria começado a ficar agressivo ao saber que o carro seria apreendido. Ao sair do veículo, após o procedimento ser finalizado, desacatou os policiais e ofereceu resistência a prisão, impedindo a colocação das algemas. Em seguida, o acusado e um policial entraram em luta corporal e o réu teria tentado asfixiá-lo com um golpe de estrangulamento conhecido como ‘mata-leão’. Mesmo após intervenção do outro agente, o homem só soltou a vítima ao ser atingido por dois disparos de bala de borracha. O policial vítima do ataque chegou a ficar desacordado e precisou de atendimento médico.  
O homem será julgado por tentativa de homicídio triplamente qualificado – pelo emprego de asfixia, mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime, além de desacato e resistência. O réu está preso preventivamente e a ele foi negado o direito de recorrer em liberdade. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Cata,
Jornalista Fernanda de Maman
Núcleo de Comunicação Institucional
Comarca de Criciúma

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

NOTÍCIAS RELACIONADAS

FAÇA SUA PESQUISA