InícioSegurançaHomem que chantageava ex-amante é condenado por estupro e extorsão

Homem que chantageava ex-amante é condenado por estupro e extorsão

Um homem foi condenado a 14 anos de prisão, em regime inicial fechado, pelos crimes de estupro e extorsão, ambos cometidos no norte do Estado. Consta na denúncia que a vítima era submetida constantemente a ter conjunção carnal com o réu e a enviar fotos íntimas sob a ameaça de ter o relacionamento extraconjugal e imagens divulgadas para toda a cidade.

De acordo com os autos, o casal manteve um relacionamento fora dos respectivos casamentos, porém, quando a mulher decidiu pôr fim a relação, passou a ser chantageada. O contato era feito por mensagens de celular, quando o homem ordenava o encaminhamento das fotos e marcava o local dos encontros. Sem suportar mais a situação, a vítima procurou as autoridades policiais e denunciou o caso. O homem foi preso em flagrante, posteriormente convertido em preventiva. Na casa do indivíduo foram apreendidos os chips de celulares com as mídias da vítima.

Na sentença, após análise pericial dos aparelhos e oitivas com testemunhas e envolvidos, o magistrado interpretou que a vítima relatou de forma harmônica e coerente, tanto na Delegacia de Polícia quanto em juízo, acerca dos abusos pelos quais passou. “Por tudo que foi evidenciado, notadamente pela perícia, as declarações da vítima mostram-se verossímeis e coerentes, insuspeitas de fantasia ou de qualquer intenção de prejudicar o réu, constituindo prova suficiente para a condenação. Há provas evidentes da materialidade e da autoria delitiva, sendo, portanto, inviável a absolvição pela insuficiência probatória, como pretende a defesa”, ressalta. O caso tramita em segredo de justiça.

Imagem: Divulgação/Pixabay
Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI