Governo deve destinar mais R$ 10 bilhões para 3ª fase do Pronampe

O governo federal, por meio do Ministério da Economia, deve destinar mais R$ 10 bilhões para uma 3ª fase do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), criado para socorrer empresas pequenas durante a pandemia da covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus). A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

O ministro Paulo Guedes (Economia) sinalizou a senadores que o dinheiro de uma 3ª fase do programa deve ser destinado ainda neste ano. Mesmo assim, congressistas querem mais verba –e, em alguns casos, pedem que o Pronampe se torne permanente.

Até agora, o Ministério da Economia liberou R$ 85,86 bilhões em linhas de crédito para financiar 622 mil empresas.

No caso do Pronampe, foram destinados R$ 15,9 bilhões na 1ª fase e R$ 12 bilhões na 2ª fase de financiamento.

Uma estratégia para viabilizar a 3ª fase do programa seria aprovar 1 PL (projeto de lei). Há iniciativas assim na Câmara e no Senado. No final, o presidente Jair Bolsonaro precisaria sancionar o texto.

Por enquanto, a equipe econômica é a favor de tornar o Pronampe válido durante o período de emergencial por causa da pandemia.

Já o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), deve conversar comm Bolsonaro para que o programa seja permanente.

Esta informação é do Poder 360

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EMPREGO | CNC estima queda na oferta de vagas temporárias no fim de ano

Melhor não contar com as vagas de emprego temporárias de fim de ano: a crise provocada pela pandemia da covid-19 pode fazer com que...

Estados e municípios poderão usar repasses federais até o fim de 2021

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4078/20, que permite ampliação do prazo para que estados e municípios façam uso de recursos...

O seu horóscopo agora personalizado e exclusivo só aqui

O CAMINHO DOS ASTROS 55 Plutão e o Dilema das Mentes Espalhar Fake News é espalhar miséria. Por dois motivos: Não acrescenta nada no espírito ou...

Segurança de boate deve apartar e neutralizar brigas, não atacar clientes, reforça TJ

Um técnico em refrigeração espancado por seguranças na saída de uma boate, na Capital, será indenizado em R$ 5 mil por danos morais. A...