Ginecologista suspeito de crimes sexuais contra pacientes é preso mais uma vez

O ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 41 anos, foi preso mais uma vez ontem sexta-feira (8) em Anápolis, a 55 km de Goiânia. O médico é suspeito de crimes sexuais contra pacientes durante consultas e também por meio das redes sociais.

De acordo com o G1, o médico respondia ao processo em liberdade. No entanto, ele foi detido depois de um novo pedido de prisão por vítimas em Abadiânia. Até o momento, a polícia tem conhecimento do caso de três mulheres.

Segundo as vítimas, elas sofreram situações semelhantes às das dezenas de outras mulheres que já fizeram denúncias. Ele foi preso inicialmente no dia 29 de setembro depois da denúncia de três vítimas. Após isso, mais de 50 mulheres procuraram a delegacia para registrar denúncia.

Reportagem da redação da ISTOÉ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS