Garopaba : Moradores fazem primeiros registros de baleias-franca

Elas chegaram! Moradores da Praia da Gamboa, em Garopaba, fizeram os primeiros registros de baleias-franca na temporada 2021 no litoral catarinense. De acordo com o Instituto Australis, duas baleias adultas foram avistadas e registradas por fotos e vídeos nesta sábado na praia garopabense. Pouco depois, membros do instituto registraram as baleias na Guarda do Embaú, entre Paulo Lopes e Palhoça..

O monitoramento a partir de terra é uma das ações do ProFRANCA, que conta com patrocínio Petrobras.Este ano o monitoramento sistemático está previsto para iniciar em agosto desde o Cabo de Santa Marta, em Laguna, até a praia da Pinheira, em Palhoça.

Foto: Ilustrativa

As aparições demonstram que mais uma temporada de observação de baleias franca está chegando. A última, em 2020, foi marcada pelo auge da pandemia do novo Coronavírus, modificando o perfil de turismo realizado no Brasil e no mundo. Apesar das incertezas quanto a uma possível terceira onda da doença para os próximos meses no Brasil, com o isolamento e distanciamento social, houve aumento na procura por roteiros de ecoturismo, em espaços ao ar livre, com muita natureza.

Nesse novo cenário, a Rota da Baleia Franca se destaca pelo perfil de destinos procurado pelos turistas, que acreditam que a pandemia está no fim. Formada pelas cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba, a RBF possui todas as características de um roteiro seguro para viajar neste contexto.

Oficialmente, julho é o mês de abertura da temporada das baleias franca no litoral sul de Santa Catarina, quando essas gigantes migram em busca de águas mais quentes e calmas para parir e amamentar seus filhotes.

“Como tivemos a incidência de um grande número de Baleias Jubarte passando por aqui, algo inédito para nossa região, pois elas se concentram na região nordeste do Brasil. Estamos com a expectativa de muitas baleias franca também. Já estamos sentindo o movimento deste turismo pós quarentena, pois estamos com recorde de cotações para o período”, destacou o coordenador da Rota, Felipe Uzascki.

Ao todo, as três cidades possuem mais de 35 praias, roteiros de observação de baleias franca e botos pescadores, diversos pontos turísticos ao ar livre, trilhas de diferentes níveis e distâncias, patrimônios históricos e culturais tombados pelo IPHAN, passeios de barco, restaurantes especializados em frutos do mar, hotelaria e pousadas diversificadas para viajantes de todos os perfis.

Para acompanhar as avistagens de baleias acesse o site www.baleiafranca.org.br/avistagens.  Lá também é possível enviar informações e imagens, e colaborar com o trabalho dos monitores do Australis.

Com informações do Portal A Hora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS