InícioÚltimas do Olhar do SulGaeco divulga nota sobre “Operação Carta Verde" deflagrada em Cocal do Sul...

Gaeco divulga nota sobre “Operação Carta Verde” deflagrada em Cocal do Sul e demais municípios

Na manhã desta segunda-feira, a 3ª Promotoria de Justiça de Urussanga, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), deflagrou a operação “Carta Verde”, a qual visa a coleta de provas de crimes contra a Administração Pública e o Meio Ambiente entre os anos de 2015 e 2022 no município de Cocal do Sul.

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, dois de afastamento de funções públicas e um de prisão temporária.

Os mandados sendo cumpridos em órgãos públicos e residências em Cocal do Sul, Criciúma, Içara e no estado do Rio Grande do Sul.

Com a apreensão de documentos realizadas hoje, a investigação continua, com a oitiva dos investigados e de testemunhas. A investigação seguirá sob sigilo.

No curso da operação foram encontradas armas e munições, de modo que ainda foram lavrados autos de prisão em flagrante.

A operação ainda está em andamento.

O Governo de Cocal do Sul também já havia se manifestado.

“O Gaeco esteve em Cocal do Sul na manhã desta segunda-feira (15), cumprindo diligência determinada pelo juízo da comarca, cuja investigação iniciou há cerca de quatro anos. O objetivo foi a prisão temporária de uma servidora e o afastamento de outra, ambas lotadas na extinta Fundac, hoje Diretoria de Meio Ambiente.

A atual administração, que preza pela transparência, está inteiramente à disposição das forças de segurança e justiça, pelo zelo e respeito ao dinheiro público”.

Governo de Cocal do Sul

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social – Correspondente Regional em Criciúma