Fila de pessoas com deficiência aguardando BPC bate 500 mil

O presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Leonardo Rolim, afirmou nesta quarta-feira (23) que mais de 500 mil pessoas com deficiência estão aguardando o recebimento do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Ele disse que a culpa não é do governo federal e que a fila de espera está grande por inconsistências cadastrais. Segundo Rolim, uma portaria assinada na último dia 16 de setembro simplifica a etapa de solicitação do benefício.

Apesar disso, ele comentou que a parte de “agendar a avaliação social e pericial ainda depende de um ajuste no sistema”. Em entrevista ao UOL, Rolim disse que essa etapa não deve demorar para sair.

Em relação às inconsistências cadastrais, o governo está fazendo um pente-fino e identificando pessoas que estão recebendo o BPC de forma indevida.

No ano passado foram cancelados mais de 261 mil benefícios após nova análise e para os próximos meses o governo planeja cancelar 50 mil BPCs por mês e alcançar uma economia de R$ 10 bilhões por ano.

Esta informação é da ISTOÉ dinheiro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo lança iniciativa para simplificar regras trabalhistas

Com o objetivo de eliminar a burocracia no setor produtivo, o Governo Federal lançou o Descomplica Trabalhista. Por meio do programa, dois mil documentos...

Bashkir Curly: os cavalos ‘labradores’ cacheados que parecem seres de outro planeta

Conhecidos como Bashkir Curlies, American Bashkir Curlies e North American Curly Horses, os Curly Horses (cavalos cacheados), em tradução livre) são uma raça especial de equinos. Existentes em diversos...

Homem que jogou soda cáustica em ex-namorada é condenado a oito anos de prisão

Condenação foi por tentativa de feminicídio. Vítima sofreu ferimentos graves e ficou com sequelas. O Tribunal de Júri da Comarca de Indaial condenou, na quinta-feira...

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de advogada suspeita de integrar organização criminosa

A Polícia Civil cumpriu a prisão preventiva expedida pela Justiça contra uma advogada suspeita de integrar uma facção criminosa em Santa Catarina e de...