FGV aponta baixa adesão das empresas a linhas de crédito do governo

Levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) aponta que apenas 40% das empresas do Comércio e da Construção recorreram à linha de crédito do governo para minimizar os impactos econômicos da Covid-19. De acordo com a FGV, as dificuldades iniciais dos empresários para acessar o financiamento pode ter inibido a procura.

No setor de Serviços, 14,8% das empresas utilizaram o crédito disponibilizado pelo governo. Comércio, com 7,2% e indústria, que registrou 5,5% vêm em seguida. Por outro lado, medidas do governo como a suspensão temporária do contrato de trabalho, redução das jornadas e dos salários e adiamento do pagamento de impostos tiveram mais adesão dos empresários. O estudo da FGV aponta que isso permitiu que uma parte dos empregos fosse mantida.

No entanto, mais de 70% dos brasileiros foram afetados de alguma forma. Entre as principais consequências está o aumento do endividamento das famílias.

Conheça as principais alterações na MP que ajuda empresas a pagarem folha de pagamento

Empresários de todo o país recorrem a empréstimos para salvar os negócios

Reportagem: Felipe Moura – Brasil 61

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Civil de São Joaquim faz grande gesto e doa o próprio sangue em campanha do Hemosc

Os estoques de sangue do HEMOSC tiveram uma baixa significativa no período da pandemia, e muitas instituições tem feito seu papel para garantir o...

Conclusão da SC-442 contribuirá com o desenvolvimento de Morro da Fumaça

Na semana passada, Morro da Fumaça recebeu uma boa notícia por parte do Governo do Estado: a continuidade e a consequente conclusão da pavimentação...

Chuvas de meteoros poderão ser vistas no Brasil este mês

De vez em quando, o planeta Terra atravessa a órbita de uma corrente de meteoróides. Quando isso ocorre, vários meteoros entram juntos na atmosfera,...

Escolas particulares dizem estar prontas para retorno

Escolas particulares investiram para se adequar aos protocolos de saúde e afirmam que estão prontas para receber os alunos em 8 de setembro. Apesar da...