FECAM | Discute ações de recuperação para os municípios

3/7/2020 – Os estragos causados por conta da passagem de um ciclone extratropical em Santa Catarina afetou até agora 152 municípios com registros de ocorrência. No entanto, esse número deverá ser maior, pois, muitos ainda seguem contabilizando os estragos.

Desde as primeiras horas após o intempérie, a Federação Catarinense de Municípios (FECAM) tem acompanhado as ações de recuperação e participado de reuniões com representantes do governo federal e estadual pedindo rapidez para minimizar os impactos do ciclone.

Na quinta-feira (2/7), o presidente FECAM e prefeito de Major Vieira, Orildo Severgnini e prefeitos de todo o estado participaram de uma reunião do Fórum Parlamentar Catarinense com a presença do governador Carlos Moisés, senadores, deputados federais, estaduais e secretários estaduais.

Objetivo do encontro foi unir esforços, avaliar e propor ações junto ao Governo Federal para auxiliar o Estado e os municípios atingidos pelo ciclone. Para o presidente da FECAM, os municípios passam por um momento muito difícil com a pandemia da Covid-19 e agora, mais do que nunca precisam de apoio para enfrentar mais essa catástrofe. “O decreto de calamidade pública facilita e muito a vida dos prefeitos. Agora o que mais precisamos é condições e recursos para recuperar os estragos que esse ciclone trouxe aos municípios” afirma o presidente da FECAM.

Durante a reunião, o governador anunciou a assinatura do decreto de estado de calamidade pública que permite agilizar os processos para que o Estado tenha acesso a recursos destinados à reconstrução das cidades. De acordo com o governador, somado aos R$ 30 milhões destinados pela Assembleia Legislativa será possível atender de forma rápida, principalmente as ações de assistência humanitária, como por exemplo, o fornecimento de telhas, lonas e abrigos, onde for necessário.

Apesar da sinalização do Governo do Estado do aporte de recursos, os demais prefeitos também foram unânimes em destacar a necessidade de agilidade para que esses recursos e a ajuda humanitária às famílias atingidas chegue logo aos municípios. Os gestores municipais destacaram que além da burocracia necessária para encaminhar os pedidos, muitos ainda estão enfrentando dificuldades de comunicação para poder enviar os dados já que uma boa parte das cidades ainda sofre com a falta de comunicação e energia.

Ação imediata
De acordo com coordenador da bancada, deputado federal Daniel Freitas, na próxima segunda-feira (6/7) com os levantamentos e estimativas de prejuízos causados, a bancada deve criar um plano de trabalho para levar aos Ministérios as necessidades para recuperação e reconstrução das cidades atingidas, como escolas, rodovias, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução nas áreas atingidas por desastre.

Também participaram da reunião remota os senadores Esperidião Amin, Jorginho Mello e Dário Berger, os deputados federais Darci de Matos, Angela Amin, Carmen Zanotto, Caroline De Toni, Celso Maldaner, Coronel Armando e o deputado estadual Rodrigo Minotto, além do secretário da Defesa Civil, Coronel João Batista Cordeiro Júnior, secretário adjunto de da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, secretário da Casa Civil, Juliano Chiodelli.

Apoio do nacional
Nesta sexta-feira (3/7), Orildo Severgnini participou de uma reunião com secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas e com representantes do Governo do Estado que anunciou que os municípios terão uma linha direta com a Defesa Civil nacional. O objetivo é agilizar o envio de informações sobre as necessidades para que Governo Federal definida os recursos a serem encaminhados para o Estado.

De acordo com o presidente, a Federação deve participar de novas reuniões nos próximos dias e acompanhará a celeridade dos processos burocráticos para que garantir que as demandas de enfrentamento as necessidade pontuais dos municípios sejam atendidas. A FECAM também espera que após a visita do presidente Jair Bolsonaro neste sábado (4/7) ao Estado, os processos sejam acelerados e as demandas de insumos e recursos atendidas.

La Via Comunicação / Assessoria de Imprensa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MORRO DA FUMAÇA | Fumacense Alimentos é homenageada pela Câmara de Vereadores

A Fumacense Alimentos foi homenageada nesta semana pela Câmara de Vereadores de Morro da Fumaça. A moção de aplausos foi aprovada por todos os...

Medicamentos sem eficácia comprovada contra a COVID-19 têm aumento de 295% nas compras no 2º trimestre

Com os rumores a respeito da eficácia da Hidroxicloroquina, Ivermectina e Nitazoxanida para o tratamento da covid-19, a procura pelos medicamentos disparou durante a...

Fiocruz sugere que cada escola crie seu planejamento para prevenção contra a Covid-19

Com a pandemia, as atividades dentro dos ambientes escolares foram interrompidas e, até o momento, não há uma perspectiva real de quando as aulas...

MP libera quase R$ 2 bilhões para produção de 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro assinou, na última quinta-feira (6), Medida Provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 1,9 bilhão para a produção e...