Evento com 200 pessoas é encerrado em Grão-Pará

Um torneio de laço com mais de 200 espectadores foi interrompido pela Polícia Militar (PM) na noite de sábado, em Grão-Pará. O organizador da competição foi identificado e, segundo o relatório da polícia, disse acreditar que o evento tinha autorização para acontecer até as 22h. Ainda na região, outros três eventos foram flagrados.

Em Grão-Pará, as guarnições foram acionadas por volta das 20h40 para atender a ocorrência de fiscalização na localidade de Capivaras Altas. Foi necessário apoio da polícia de Braço do Norte para verificar a denúncia, por conta do número de pessoas no local. Segundo a PM, o evento reunia pessoas de várias cidades que se dispersaram após a chegada das viaturas. O torneio foi encerrado, e o organizador, notificado.

Ainda na mesma cidade, horas mais tarde, já na madrugada de ontem, policiais militares de Grão-Pará foram acionados para verificar a realização de uma festa no Centro. Quando a guarnição chegou, envolvidos arremessaram pedaços de madeira e pedras. Conforme a denúncia, o evento ocorre há vários fins de semana, mas é de difícil acesso, escondido atrás de uma madeireira.

Na chegada das guarnições ao local, por volta de 1h30, foi necessário efetuar sete disparos de munição de borracha. Os envolvidos ainda tentaram fugir do local por dentro de uma pastagem, mas foram contidos. Também foi necessário o uso do gás pimenta. Alguns dos participantes incitaram cachorros da raça pitbull a atacarem os PMs. Um termo circunstanciado foi lavrado.

Tubarão e Laguna também registram aglomerações durante o fim de semana
Em Tubarão, uma festa particular com mais de 100 pessoas foi encerrada e dois estabelecimentos comerciais tiveram de ser interditados. Sobre a festa, o caso aconteceu no bairro Congonhas. Após a chegada dos policiais e da Guarda Municipal, o local foi interditado. Já os estabelecimentos (duas lanchonetes) ultrapassaram o horário de atendimento presencial para clientes, previsto no decreto, e também o horário máximo para a venda de bebidas alcoólicas na noite de sexta-feira. Nos dois casos, a Vigilância Sanitária determinou a interdição por um período de 15 dias.

Em Laguna, entre sábado e ontem, aglomerações foram registradas na comunidade da Cigana, na região do Farol de Santa Marta. Fotos registram dezenas de pessoas e veículos estacionados na areia e sobre as dunas. Eventos sociais e festas estão proibidas no Estado de acordo com o decreto estadual em vigor. O texto com medidas de combate ao coronavírus tem validade até o dia 26.

Com informações do Diário do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS