Estudos para abrir serra ligando Jacinto Machado ao Rio Grande do Sul são iniciados

Os primeiros passos para a obtenção da licença ambiental para a abertura da Serra do Fundo Grande, localizada no Cará, em Jacinto Machado, foram dados. O prefeito João Batista Mezzari, o Gaiola, engenheiro por profissão, acompanhou uma equipe de técnicos que realizou o levantamento e definição do traçado da nova serra.

O grupo esteve a campo para pegar as coordenadas para a elaboração do Termo de Referência, que será repassado ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) analisar. Com a aprovação, inicia a segunda etapa, na  sequência, que é o licenciamento através do estudo de impacto ambiental (EIA/RIMA) e após aprovado, começa o trabalho de abertura da estrada. “Precisamos informar ao órgão ambiental as informações prévias, através deste termo de referência”, explicou a engenheira ambiental Andréia Arcaro Tonetto.

Segundo ela, prazos para a aprovação pelo IMA não podem ser definidos, mas em se tratando de dois estados Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os órgãos ambientais tendem a dar prioridade para a análise do projeto.

O prefeito Gaiola destacou que esta obra trará o desenvolvimento para toda a região, se tornando uma importante ligação entre os municípios de Jacinto Machado (SC) e Cambará do Sul (RS). “As vantagens desta obra se refletem das mais variadas formas. A geração de emprego e renda, com a prestação de serviços diretos como guias, recepcionistas, incentivando a população local a se profissionalizar. Com a movimentação dos turistas, o setor gastronômico, como restaurantes e lanchonetes terão a oportunidade de expandir seus empreendimentos e trará a possibilidade da criação de novos estabelecimentos, se transformando num corredor turístico”, reforçou.

A Serra do Fundo Grande está localizada na comunidade de Cará, em Jacinto Machado, e com a sua abertura, será favorecido o crescimento do turismo, haja vista as belezas naturais existentes naquela região, como cânions e cachoeira. “O projeto foi iniciado pelo ex-prefeito Aldoir Bristot e por muitos anos ficou engavetado. Agora, estamos buscando as licenças ambientais necessárias para ligar nossa cidade ao Rio Grande do Sul através de uma serra”, afirmou Gaiola.

A equipe formada pelo prefeito e engenheiro civil João Batista Mezzari, o Gaiola, o engenheiro civil Bruno Nagel, o engenheiro agrimensor Anderson Fernando Rocha, a engenheira ambiental Andréia Arcaro Tonetto e o morador e guia Paulino Zacca, percorreu o trajeto para delimitar o traçado da estrada.

W3

Município de Jacinto Machado

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mundo | Taj Mahal recebe 1ºs visitantes em meio a aumento de casos

A Índia reabriu o Taj Mahal após seis meses nesta segunda-feira, com os primeiros visitantes entrando no famoso monumento enquanto as autoridades relatavam 86.961 novas infecções por coronavírus em todo...

Freiras brasileiras são sequestradas por terroristas em Moçambique

Duas freiras brasileiras foram feitas reféns por 24 dias por extremistas islâmicos em Moçambique, na África. Ambas já foram liberadas, mas em estado de...

Pescaria Brava | Pacientes crônicos serão testados

Após os mais de 1,5 mil idosos acima de 60 anos de Pescaria Brava serem testados para o novo coronavírus, a secretaria de Saúde...

Profissionais do setor de eventos farão manifestação nesta terça-feira em Criciúma

Profissionais do setor de eventos do Sul do Estado farão uma manifestação nesta terça-feira (21), em Criciúma, pedindo que sejam ouvidos pelas autoridades governamentais...