Estudo constata que auxílio emergencial reduziu pobreza em 23,7%

Estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) concluiu que o auxílio emergencial contribuiu para que a pobreza no país fosse reduzida em 23,7%. Segundo a pesquisa, por conta do benefício, 15 milhões de brasileiros saíram da linha de pobreza, o que significa que eles tiveram renda domiciliar per capita maior a R$ 522,50, meio salário mínimo.

De acordo com a FGV, o Nordeste foi a região do país mais impactada, onde a pobreza caiu 30,4%; seguida pelo Norte (27,5%); Centro-Oeste (21,7%), Sudeste (14,2); e Sul (13,9%). O estudo comparou informações até agosto deste ano com todo o ano de 2019.

Auxílio Emergencial ajuda a baixar pobreza extrema no Brasil

Dignidade: Auxílio Emergencial ajuda famílias do Nordeste a encarar pandemia

O governo federal afirma que o auxílio emergencial foi pago a 67,7 milhões de brasileiros e os investimentos com a concessão do benefício chegou a R$ 221,5 bilhões.

Reportagem: Paulo Oliveira

Fonte: Brasil 61

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Funerárias clandestinas já somam 37% do mercado no Rio de Janeiro

O mercado paralelo no Rio de Janeiro tem ramificações em diversos setores, inclusive no serviço funerário. De acordo com uma reportagem do O Globo,...

EMPREGO | CNC estima queda na oferta de vagas temporárias no fim de ano

Melhor não contar com as vagas de emprego temporárias de fim de ano: a crise provocada pela pandemia da covid-19 pode fazer com que...

Estados e municípios poderão usar repasses federais até o fim de 2021

Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4078/20, que permite ampliação do prazo para que estados e municípios façam uso de recursos...

O seu horóscopo agora personalizado e exclusivo só aqui

O CAMINHO DOS ASTROS 55 Plutão e o Dilema das Mentes Espalhar Fake News é espalhar miséria. Por dois motivos: Não acrescenta nada no espírito ou...