InícioNotíciasEstátua de Nossa Senhora maior que o Cristo Redentor é inaugurada em...

Estátua de Nossa Senhora maior que o Cristo Redentor é inaugurada em SP

Uma estátua gigante de Nossa Senhora Aparecida, maior que o Cristo Redentor, foi inaugurada em Aparecida, a 170 quilômetros de São Paulo. O Cristo tem 38 metros. Ela tem quase 50 metros e é toda em aço. Uma obra do artista plástico Gilmar Pinna, de 65 anos.

A estátua é tão grande que pode ser vista a seis quilômetros de distância. Mais de R$ 10 milhões foram investidos e a Nossa Senhora foi instalada a três quilômetros da Catedral Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

“Estou muito feliz por ainda ter força para não parar e conseguir finalmente inaugurar esse trabalho. Tivemos o bloqueio da justiça, mas que bom que entenderam que a intenção é boa”, disse Gilmar Pinna

Imponente

O imponente monumento tem uma coroa na cabeça e luzes que tornam a obra ainda mais atrativa.

A visita ao monumento é gratuita e fica em um espaço aberto ao público e disponível 24 horas por dia.

A construção chegou a ser impedida judicialmente, mas em 2022, foi retomada e agora finalmente foi inaugurada. Faltam ainda alguns detalhes como um mapa gigante do Brasil e um símbolo do abraço de Deus, mas o público já tem acesso.

“Ainda vamos colocar um mapa gigante do Brasil, segurando por dois braços de Deus. A ideia é representar que nosso país está nas mãos de Deus. Cada braço terá 19 metros e essa escultura terá, no total, 50 metros, além de 60 toneladas”, disse Gilmar.

Ação judicial

Anunciada em 2017, a obra sofreu um embargo judicial.

Uma ação movida pela Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea) travou por mais de 6 anos a construção da estátua.

A Atea alegou que o Estado é laico, logo, a prefeitura não poderia instalar e investir em monumentos católicos. Segundo os responsáveis pela ação, isso beneficiaria uma religião em detrimento de tantas outras.

A juíza Luciene Bela Ferreira Allemand acatou o pedido e entendeu que a prefeitura de fato não poderia investir em obras católicas.

Mas em março do ano passado, o Tribunal de Justiça de São Paulo revogou a decisão e permitiu a instalação do monumento. Segundo o desembargador Ponte Neto, Aparecida tem como principal atrativo econômico o turismo religioso.

Ao investir nesse tipo de obra, a prefeitura fomentaria a economia regional.

A vida de Jesus

A inauguração contou também com uma exposição chamada ‘A vida pública de Jesus Cristo”, para relembrar o derramamento do sangue do filho de Deus.

“Essa exposição estava em São Paulo e agora ficará três meses em Aparecida. Depois irá para outras cidades do Brasil. Queremos incentivar a doação de sangue e de órgãos no país”, disse o autor.

Com informações de G1.

Só notícia boa!