Escritores jovens da cidade lançam novos livros

Guilherme Preuss, 24, e Monique Ramos, 29,  têm mais que o local de nascimento em comum. Os dois jovens sempre foram apaixonados pelo literatura e, inspirados pelos mais variados autores e situações do cotidiano, se aventuraram na missão de escrever os próprios livros. Para este ano, a dupla de lagunenses promove lançamentos de livros físicos e virtuais.

Monique estreou em 2019 com o livro intitulado Cemix, uma ficção científica contada em um enredo que fala da existência de amizades pouco prováveis. Com a pandemia do novo coronavírus, a lagunense, que voltou à residir na cidade após alguns anos na Serra catarinense, retornou à produção literária. A obra mais recente da jovem é Infinitos quebrados e tem previsão de lançamento para 1º de maio. “É um spin-off [termo literário que define uma obra originada a partir de outra], se passa no mesmo universo de Cemix, mas conta uma história diferente. Ele ia ter outro enredo, mas não estava fluindo; quando adicionei um personagem de Cemix tudo se encaixou”, revela Monique.

Antes disso, ela lançou Imago, de forma independente. “Minha inspiração foram as borboletas e suas quatro fases: ovo, larva, pupa e imago. É um drama que fala de transformação”, conta a autora, que assina os livros como Nih Ramos, apelido de infância. A estreia da obra foi em dezembro de 2020, nas plataformas virtuais e em breve deve ganhar versão impressa. Imago pode ser adquirido aqui.

Nesse mesmo período, a jovem de Barranceira também contribuiu para as antologias: Multiversos: desencantos em contos (Independente, 2020), obra gratuita com 13 contos de escritores diferentes, todos vividos no dia 31 de outubro (Halloween); Passaporte interestelar (Peculiar, 2020), conjunto de contos de ficção científica onde a humanidade faz viagens rotineiras para fora do planeta até que há uma invasão alienígena na Terra; e Dias de Sol organizado por Rafael Porfírio e ela, com contos de um dia de verão, falando de amor, família e auto conhecimento. Passaporte pode ser comprado aqui e Multiversosbaixado gratuitamente

Boto para crianças

Morador do bairro Progresso, Preuss tem uma carreira literária mais recente. O livro de estreia foi uma reunião de escritos inspirados por situações vividas por ele, pela família, coisas do cotidiano. Poemas de Vento Sul: alegrias e frustrações (Sambaqui, 2020) lançado em junho do ano passado, todavia não era o objetivo inicial dele.

Professor de educação física, ele desejava produzir uma obra voltada à literatura infantil. “Sempre pensava em alguma forma de levar um pouco do boto para as crianças, podendo estimular a proteção dele. Aí surgiu a ideia de escrever esse e consegui chegar nesse texto”, explica o autor. A obra saiu do papel, ou melhor, ganhou as plataformas digitais após o jovem escritor ter sido contemplado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

João Caiçara e o boto Toquinho  conta a relação de um menino nascido em laguna e um boto nascido aqui no complexo lagunar, eles tem uma relação de amizade e zelam pela preservação do boto pescador”, descreve Preuss. O e-book é disponibilizado gratuitamente aqui.

A obra tem planos de ser editado fisicamente em breve, mas os altos custos da produção por ora inviabilizam o projeto. Um financiamento coletivo chegou a ser aberto, mas não conseguiu atingir o objetivo. Mas o jovem não se mostra desanimado. “Assim que possível vamos fazer a impressão dele e vende ló, mas ainda não temos prazo para isso”, ressalta.

Origem do projeto do Bicentenário de Anita em livro

Na esteira de publicações que devem sair às bancas em 2021, o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) prepara o lançamento de mais um livro relacionado ao Bicentenário de Anita Garibaldi, data celebrada internacionalmente em agosto de 2021. A próxima obra vai trazer conteúdos relacionados ao projeto Dois Mundos e Uma Rosa para Anita e outros escritos sobre a heroína dos dois mundos.

A edição do livro teve apoio da Assembleia Legislativa e contou com auxílio da Lei Aldir Blanc. A publicação foi produzida em três línguas: espanhol, português e italiano e deve entrar em pré-venda nas próximas semanas. O instituto chegou a programar o lançamento da obra em março, mas adiou à espera de um melhor cenário da pandemia do novo coronavírus. Recentemente, autoridades federais receberam um exemplar do livro, como o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Esta semana, o CulturAnita passou a disponibilizar uma versão e-book do livro Anita: Guerreira das Repúblicas e da Liberdade, publicado ano passado através do Edital Elisabete Anderle. Veja mais aqui.

Divulgação/Assessoria CulturAnita

ÚLTIMAS NOTÍCIAS