ENTREVISTA | Cantor Marco Ferraz lança música autoral mostrando estilo, competência e letra empolgante

Achei incrível quando curti a música “Não estou só”, desse talentoso cantor Marco Ferraz, que mostra um estilo próprio e uma melodia impar acompanhado de belas imagens. Então por que não saber mais e ajudar a promovê-la, fiquei até um tanto impressionado por saber que esse moço é um verdadeiro batalhador pela vida.

Ouvindo a letra e a parte de instrumentos a canção se mostra muito poderosa, fomos ao encontro desse jovem talento para que as pessoas possam conhecer mais sobre seu trabalho e com isso, quem sabe, até passem a gostar também.

Olhar do Sul –Conte um pouco de você, de sua trajetória e das dificuldades que encontrou no caminho?

Marco – Sou Marco Ferraz Artista catarinense, tenho 24 anos de muito aprendizado na vida, e desde sempre tentando mostrar minha identidade e passar minha mensagem através de minhas músicas. Depois de um longo tempo tocando com bandas, deixei a música um pouco de lado pra poder tocar minha vida, foi então que passei por um momento muito difícil com relação a saúde, fiquei praticamente um ano no hospital internado, momento que por mais difícil foi um tempo de aprendizado, tempo em que aprendi a valorizar a vida e que eu nunca estive sozinho, encontrei o meu “Amor Maior”, Deus sempre esteve cuidando de mim, por isso decidi que todos deveriam entender sua forma de amor, independente de crença ou religião, então resolvi seguir minha carreira solo, e assim poder transmitir de forma verdadeira meus sentimentos através de sons que “ Falam por mim “

Olhar do Sul – Há quanto tempo você está na estrada?

Marco – Comecei a tocar aos meus 12 anos de idade, com bandas de garagem, sempre correndo atrás do meu sonho de adolescente, de ser um Rockstar, fiz parte de algumas bandas, compus algumas músicas para alguns artistas, até o momento em que decidi fazer por mim, cantar realmente o que eu sinto, hoje trabalho pra isso, transmitir uma mensagem de amor e paz!

Olhar do Sul – O que falta para que o artista possa realmente viver de seu trabalho?

Marco – Como artista, tenho trabalhado muito pra viver disso, hoje eu trabalho com o que eu gosto, “ Minha Arte “ além de músico sou tatuador, ilustrador e tudo que envolve a parte artística, sempre tentando transmitir a verdade através de toda forma de arte, mas ainda sonho em que um dia minha música vai alcançar muitos corações

Olhar do Sul – Quem ajuda você em sua carreira?

Marco – Boa parte da minha família sempre me apoiou, em uma parte mais direta, meus amigos verdadeiros, minha namorada Maria Laura Alano, que tem feito parte de tudo isso, músicos que fazem parte desse projeto. E de uma forma mais indireta, todas as pessoas que tem se identificado com as músicas que tem compartilhado dessas mensagens, que tem me mandando feedbacks, isso é o que mais me ajuda a seguir em frente.

Olhar do Sul – O que você está planejando para continuar nessa estrada?

Marco – Tenho planejado muitos projetos, e por mais que estejamos passando por essa pandemia, que prejudicou muito essa classe dos músicos, acredito que está sendo um tempo de muito aprendizado e produtividade em composições e ideias de eventos, mas pretendo viajar e levar minha música/arte pelo Brasil inteiro, e futuramente pelo mundo.

Olhar do Sul – Quais foram os aprendizados principais nessa caminhada?

Marco – Aprendi muito no decorrer desse tempo, me encontrei como pessoa, encontrei o meu real proposito, levar minha mensagem de amor, um “Amor Maior”

Olhar do Sul – Quais são os artistas de referência musical na sua carreira?

Marco – tenho muitas referências, desde Adoniran Barbosa a Foo fighters

Mas sempre levei muito em conta as letras transmitidas

Olhar do Sul – Tem alguém em especial que você gostaria de agradecer nesse momento?

Marco – Em primeiro lugar eu agradeço sempre a Deus, por cada dia e por tudo que eu sou, agradeço a minha mãe Maria da Penha que sempre esteve comigo, em todos e realmente todos os momento, Músicos que tocam esse projeto comigo, Minha namorada e Sua família que se tornaram parte disso tudo, grato a todos vocês.

Olhar do Sul – Por fim, deixe-nos uma mensagem?

Marco – Agradeço o convite, fico muito feliz em poder compartilhar parte de mim, o que eu sou e o que eu faço de verdade, espero que eu consiga transmitir pra todos sentimentos bons através das minhas músicas.

Muito amor pra todos!

Redação Olhar do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alta de casos da covid faz Paraná adotar toque de recolher à noite; medida funciona?

O governo do Paraná impôs toque de recolher noturno na região leste do Estado em resposta à escalada de casos de covid-19 que sobrecarrega...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Lei Aldir Blanc: comissão discute terceiro edital

A comissão responsável pelos recursos da Lei Aldir Blanc se reuniu essa semana para discutir as regras do terceiro edital, que trata da produção...

Mais de 20% das crianças estudam em escolas sem saneamento básico

Mais de 20% das crianças matriculadas em creches ou em pré-escolas do Brasil estudam em instituições de ensino sem saneamento básico. O pior cenário...