Emissões globais de metano batem recorde histórico e preocupam cientistas

Dois artigos publicados no dia 14 de julho mostram que as emissões globais de gás metano atingiram os maiores níveis já registrados em toda a série histórica. Segundo um dos responsáveis pela publicação dos artigos, o cientista Rob Jackson, da Universidade de Stanford, nos EUA, os principais motivos por trás do triste recorde são o crescimento da mineração de carvão, da produção de petróleo, de gás natural, a criação de gado e ovelhas, e a profusão de aterros por todo o mundo. O aumento registrado foi de 9%, ou 50 milhões de toneladas por ano em nossa atmosfera desde o ano 2000.

© iStock

Para se ter uma mínima ideia do impacto sobre o meio ambiente, o aumento registrado é equivalente a colocar nas ruas novos 350 milhões de carros, ou ao dobro de todas as emissão do gás de países como Alemanha ou França. O Metano é um gás incolor e sem cheiro, mas 28 vezes mais poluente que o monóxido de carbono, capaz de reter o calor por um período de cerca de 100 anos.

© Pixabay

Estima-se, segundo cientistas, que a ampliação da emissão de metano pode aumentar a temperatura média em até 4ºC até o final do século.

 

Mais da metade das emissões de metano no planeta são oriundas da ação humana, especialmente a partir da produção de gado bovino e do uso de combustível fóssil. De acordo com o estudo, as atividades agrícolas representam dois terços da emissão, enquanto os combustíveis fósseis são responsáveis por praticamente todo o restante das emissões. Novos estudos irão em breve determinar as emissões por conta das queimadas na Amazônia. Os artigos foram publicados nas revistas Earth System Science Data e Environmental Research Letters.

Fogo na Amazônia em 2019 © Getty Images

por: Vitor Paiva

Foto :© Pixabay

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Civil desmantela “disque delivery” de cocaína e realiza prisão por tráfico em Palhoça

A Polícia Civil realizou na manhã de sexta-feira (27), nos bairros Barra do Aririu e Massiambu, em Palhoça, uma operação para cumprir cinco mandados...

Preservação da onça-pintada, espécie-símbolo do Brasil

Pesando entre 60 e 160 quilos, a onça-pintada é o maior felino das Américas e o terceiro maior do mundo, atrás apenas do tigre...

Defesa Civil afirma que não a risco estrutural ou de colapso da ponte na divisa entre Orleans e Urussanga

Ontem dia, 27 de novembro, a cabeceira da ponte da rodovia estadual SC-108, na divisa entre Orleans e Urussanga, apresentou indícios ou riscos de...

Funerária Zapelini informa o falecimento do Sr.Gercino Menegasso

Faleceu hoje (28) às 08:00hs no Hospital de  Criciúma aos 83 anos o Sr. Gercino Menegasso. Deixa esposa, 7 filhos e netos. O sepultamento...