InícioÚltimas do Olhar do SulEm julho, exportações do agronegócio são recorde com US$ 14,4 bilhões

Em julho, exportações do agronegócio são recorde com US$ 14,4 bilhões

As exportações brasileiras de produtos do agronegócio atingiram o valor recorde de US$ 14,43 bilhões em julho deste ano, um crescimento de 1,2% em relação ao mesmo período do ano passado. Analisando o início do ano, a perspectiva é que o setor continue crescendo e supere os valores de 2022, como explica a pesquisadora do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o CEPEA-Esalq/USP, Andréia Adami.

“Quando a gente olha o comportamento dos primeiros meses do ano, a gente vai ter uma boa possibilidade de talvez superar o desempenho do ano passado. Ao que tudo indica deve ser mais um bom ano. Quem deve puxar o faturamento é de fato o volume exportado”, elucida.

O aumento do volume já vem sendo responsável pelo desempenho da balança comercial, puxado principalmente pelo complexo soja, carnes de frango e suína, celulose e algodão. Isso porque, no geral, os preços médios de exportação dos produtos recuaram. O economista Felipe Queiroz destaca que neste ano o Brasil espera uma safra recorde de grãos, e por isso compensa a queda no preço dos produtos com o aumento do volume exportado.

“Nesse ano houve uma certa desvalorização das commodities no mercado internacional após a passagem do primeiro momento da guerra na Ucrânia, mas isso não afetou o faturamento final do setor, porque nós compensamos isso em quantidade”, explicou.

Soja, destaque do agronegócio brasileiro

O complexo soja é o principal setor exportador do agronegócio brasileiro, representando 42,2% do valor total exportado pelo Brasil em produtos do agronegócio. O valor embarcado de soja em grãos foi recorde para os meses de julho, com US$ 4,77 bilhões. O volume embarcado expandiu 29%, chegando próximo a 9,7 milhões de toneladas.

O analista da Safras & Mercado Luiz Fernando Gutierrez Roque destaca o bom desempenho da soja na exportação ao longo dos meses e a expectativa de recorde de exportação no ano. “A gente ao longo de todo ano está tendo uma exportação de soja muito forte, desde março que a gente começou a ter mais soja disponível pela colheita recorde. A gente começou a ver mensalmente grandes exportações, inclusive recordes mensais. E a gente deve continuar com ritmo muito forte até o final do ano, devendo confirmar uma exportação recorde de soja de 95 milhões de toneladas, bem mais que os 86 milhões que a gente teve em 2021”, estimou.

De janeiro a julho, as exportações do agronegócio brasileiro atingiram US$ 97,12 bilhões, alta de 3,9%. O crescimento nas vendas de soja em grão para o mercado chinês e argentino foi o que mais influenciou no resultado. A participação das exportações do agronegócio no total da balança comercial de julho foi de quase 50%. China, Argentina, Argélia e México são alguns dos países em que as exportações do agro tiveram aumento absoluto das exportações acima de US$ 100 milhões.

Fonte: Brasil 61