Em entrevista exclusiva à Dra. Eveline Luiz Nazário fala tudo sobre o mundo dos gatos

Já é sabido que o mercado veterinário já trabalha com a ideia de que a população de gatos irá superar a de cães e isso já está acontecendo. A Dra. Eveline que já está na estrada da especialização só para gatos, é a nossa entrevistada nessa semana que homenageia o dia do veterinário.

Vários especialistas e pessoas ligadas a clubes de criadores que afirmam ter identificado o aumento do número de gatos e para saber mais sobre o mundo misterioso dos gatos e como entender o que eles querem e podem nos oferecer fomos ao encontro da Dra. Eveline, acompanhe a entrevista:

Olhar do Sul – Na sua opinião, existirá mercado para o oftalmo, endócrino ou dermatologista que atende somente gatos?

Dra. Eveline- Já existe este mercado. É uma tendência médicos veterinários especialistas atendendo em nossa região.

Olhar do Sul – A especialidade medicina de felinos vem despontando nos últimos anos como uma especialidade muito forte. Você já está se preparando?

Dra. Eveline – Sim, sou pós graduanda em clínica médica e cirúrgica de felinos.

Olhar do Sul – Hoje vemos que os gatos superam os cães como animal de estimação em vários países. Nos Estados Unidos segundo pesquisas recentes os gatos superam a população de cães. Aqui em nossa região se vê isso?

Dra. Eveline – Os gatos vem ganhando os corações de seus tutores, e num futuro muito próximo talvez supere a população de cães.

Olhar do Sul – Conversando com alguns profissionais da sua área, entendemos que quando o profissional conhece as particularidades da espécie, adquire mais segurança e faz a clínica de felinos com mais tranquilidade. Podemos pensar assim, é real esse pensamento?

Dra. Eveline – É uma realidade. Os gatos e seus tutores merecem um atendimento que respeite suas particularidades. Médicos veterinários devem transmitir tranquilidade não só para os felinos, mas também aos seus tutores, peça chave na qualidade de vida dos seus pacientes.

Olhar do Sul – Assim que a família adota um gato ele passa a manifestar uma maneira própria, um jeito diferente e até em certos momentos só falta falar. Por que isso acontece, já que o cão é mais fácil de entender?

A gatinha Amora…companheira da família da Dra. Eveline

Dra. Eveline – Os gatos são muito inteligentes, quando vivem em ambientes que propõe qualidade de vida a eles, o encantamento é inevitável.

Olhar do Sul – Por que você está optando em especializar-se em gatos?

Dra. Eveline – Sempre tive uma habilidade natural com os felinos. Trabalhar com gatos é algo que me traz felicidade.

Olhar do Sul – Por fim, essa semana é seu dia. Que mensagem poderia deixar aos nossos internautas?

Dra. Eveline – Queridos, a medicina veterinária é uma profissão tão linda, mas poucos conhecem a realidade por traz do  sorriso daquele profissional que o atende. Valorize quem dedica-se a qualidade de vida de seus Pets. A paixão pelos animais é o que nos motiva a cada dia.

Olhar do Sul – Como podemos acha-la para um atendimento?

Dra. Eveline – Estou na clínica Mihause Orleans, preparada para tirar dúvidas e cuidar do seu Pet com um atendimento empático.

Esta entrevista foi produzida pela equipe de redação do Olhar do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segundo bazar beneficente acontece dia 19 de dezembro no Mar Grosso

A segunda edição do bazar beneficente promovido pela lagunense e digital influencer Ana Letícia Buss, já tem data e local confirmados para ocorrer em Laguna. Depois do...

LAURO MÜLLER | Prefeitura decreta luto pela morte de ex-prefeito

O Governo de Lauro Müller decreta nesta quarta-feira (25) luto oficial de três dias pela morte o ex-prefeito Suvenir Dal-Bó, ocorrida hoje. Em sinal...

ARGENTINA | Diego Maradona morre aos 60 anos

Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira, 25, ao 60 anos. O ídolo argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, na região de...

Monitoramento registra morte de oito tartarugas em um único dia

Equipes do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) registraram na manhã desta terça-feira, 24, oito óbitos de tartarugas no trecho percorrido...