Ele teve 90% do corpo queimado e afirma que raiva o mantém vivo ‘fazendo rap e música’

Essa não é a típica história de superação e perdão. Ao contrário. Aleixo Paz, jovem espanhol que teve 90% do corpo queimado aos 8 anos de idade, disse em entrevista à BBC que “acorda todos os dias com raiva dentro de si” pelo que aconteceu com ele.

Paz estava dormindo no caminhão-tanque de seu pai, carregado com milhares de litros de diesel, quando o veículo bateu e o combustível se dispersou. Com 90% do corpo atingido, ele passou muitos anos entre sua casa e o hospital, onde foi submetido a diversas operações e enxertos de pele. Ainda hoje, Alexio enfrenta as consequências físicas e mentais do acidente: dores no corpo, problemas no estômago, pesadelos e, segundo ele, raiva – muita raiva.

Ele teve 90% do corpo queimado e afirma que raiva o mantém vivo ‘fazendo rap e música’

Aos 20 anos e já adulto, o espanhol defende o sentimento de fúria dizendo ser a “única coisa que o mantém vivo”e que o inspirou a seguir a carreira da música fazendo rap. Paz falou à BBC como parte do trabalho de divulgação de um documentário sobre sua história, ‘El Niño de Fuego‘ (‘O menino de Fogo’, em tradução livre do espanhol), do diretor Ignacio Acconcia.

Acconcia, por sua vez, falou à reportagem que as gravações não foram fáceis por causa dos problemas de Paz, que é desconfiado e não gosta de lugares públicos, nem de que as pessoas olhem para ele. “É difícil para ele se abrir. Odiou ter uma câmera o seguindo por vários anos”, afirmou.

Por isso os dois avisam, não espere frases motivacionais, pois Alexio Paz não superou emocionalmente o acidente“Não quero que as pessoas cometam erros e me vejam como um exemplo de alguém que melhorou. Eu não superei absolutamente nada. Suporto o que tenho que suportar para viver, como todo mundo. Cada um tem o seu quinhão”, encerrou.

Redação Hypeness

Fotos: Reprodução/Nanouk Films

ÚLTIMAS NOTÍCIAS