InícioNotíciasDuas “Superterras” são descobertas e uma delas está em zona habitável

Duas “Superterras” são descobertas e uma delas está em zona habitável

Dois exoplanetas do tipo “superterra” foram descobertos recentemente orbitando uma pequena estrela fria a “apenas” 100 anos-luz da Terra, um deles em zona habitável. O estudo foi realizado por uma equipe de cientistas liderada pela astrofísica Laetitia Delrez, da Universidade de Liège, na Bélgica, e identificou os planetas LP 890-9b (ou TOI-4306b) e o LP 890-9c.

lustração de um exoplaneta do tipo “superterra” orbitando uma estrela anã vermelha

Leia também: Nasa anuncia descoberta de sistema solar com 7 planetas parecidos com a Terra

A pesquisa, publicada na revista Astronomy & Astrophysics, foi realizada utilizando o TESS, telescópio espacial dedicado à busca de exoplanetas. A missão incialmente identificou somente o LP 890-9b, planeta mais interno e próximo da estrela dentro do sistema. Cerca de 30% maior do que a Terra, o planeta completa em apenas 2,7 dias uma órbita ao redor da estrela, batizada de LP 890-9 ou TOI-4306.

Comparação entre o sistema LP 890-9 e o Sistema Solar, mostrando que os dois exoplanetas caberiam dentro da órbita de Mercúrio, o planeta mais interno do nosso Sistema

Comparação entre o sistema LP 890-9 e o Sistema Solar, mostrando que os dois exoplanetas caberiam dentro da órbita de Mercúrio, o planeta mais interno do nosso Sistema© Vitor Paiva

Comparação entre o LP 890-9 e o Sistema Solar: os dois exoplanetas caberiam dentro da órbita de Mercúrio, o planeta mais interno do nosso sistema

Veja só: Nuvens de água e temperatura similar com da Terra, detalhes de planeta descoberto

O segundo planeta foi descoberto graças a uma revisão realizada pelo telescópio terrestre SPECULOOS, para confirmar o planeta encontrado e buscar outros exoplanetas que possam ter sido “esquecidos” pelo TESS. A checagem não só confirmou a descoberta do LP 890-9b como revelou a presença do segundo planeta. O LP 890-9c foi renomeado como SPECULOOS-2c pelos pesquisadores da universidade. Ele tem tamanho semelhante ao do primeiro, cerca de 40% maior que a Terra.

O telescópio TESS, que detectou o primeiro planeta, antes de ser enviado ao espaço

Veja também: Emergência climática fez Vênus ir de clima parecido com o da Terra para 450º C

O SPECULOOS-2c apresenta algumas importantes particularidades: com um período orbital superior ao seu planeta vizinho, de 8,5 dias de duração, o exoplaneta se encontra na “zona habitável” da estrela. “Isso ocorre porque a estrela LP 890-9 tem 1/6 do diâmetro do Sol e uma temperatura de superfície que é a metade da temperatura da nossa estrela”, afirmou Francisco J. Pozuelos, pesquisador do Instituto de Astrofísica da Andaluzia e um dos autores do artigo.

Representação de exoplaneta ao redor da TRAPPIST-1D, a única estrela mais fria que LP 890-9

Representação de exoplaneta ao redor da TRAPPIST-1D, a única estrela mais fria que LP 890-9© Vitor Paiva

Representação de exoplaneta ao redor da TRAPPIST-1D, a única estrela mais fria que LP 890-9

Saiba mais: Retrospectiva sonora: os sons da Nasa descobrindo mais de 5 mil exoplanetas

“Embora esse planeta orbite muito próximo de sua estrela, a uma distância cerca de 10 vezes menor que a de Mercúrio ao redor do nosso Sol, a quantidade de irradiação estelar que ele recebe ainda é baixa, e pode permitir a presença de água líquida na sua superfície, desde que tenha atmosfera suficiente”, explicou o cientista. A LP 890-9 ou TOI-4306 é a segunda estrela mais fria ao redor da qual já foram encontrados planetas.

O que é uma “superterra”

A definição de “superterra” é aplicada a exoplanetas, planetas localizados fora do Sistema Solar, que têm uma massa superior à da Terra, mas menor do que a dos gigantes gasosos do nosso sistema, como Júpiter e Saturno. De modo geral, a definição não se refere a nenhuma outra característica além da dimensão, mas sugere uma possibilidade maior de se tratar de um exoplaneta habitável e com água líquida em sua superfície.

Comparação entre a superterra GJ 1214 b, ao centro, com o tamanho da Terra e de Netuno

Comparação entre a superterra GJ 1214 b, ao centro, com o tamanho da Terra e de Netuno© fotos 1, 4: Getty Images © foto 2: Adeline Deward/RISE-Illustration/Divulgação © fotos 3, 5: Wikimedia Commons

Comparação entre a superterra GJ 1214 b, ao centro, com o tamanho da Terra e de Netuno

Com informações da HIPNESS/Vitor Paiva