Doria foi a Guarulhos para entrega de primeiras doses da Coronavac

O governador do estado de São Paulo, João Doria, esteve hoje pela manhã no Aeroporto Internacional de Guarulhos para acompanhar os procedimentos de entrega das primeiras doses da Coronavac. Ele estava acompanhado do secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, e do diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas. O primeiro lote da vacina, com 120 mil doses, chegou hoje pela manhã ao País.

Segundo o governo de SP, até o fim de novembro o estado deve receber os insumos para a produção da CoronaVac no Brasil. Segundo artigo publicado ontem (17) na revista científica The Lancet, o medicamento está aprovado para ser usado de emergência e em estudos de fase 3.

A Coronavac tem capacidade de produzir resposta imune no organismo 28 dias após sua aplicação em 97% dos casos. Com a chegada das vacinas prontas e da matéria-prima, a previsão é que até janeiro haja 46 milhões de doses de vacinas para uso no País.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, ressaltou que a vacina só será distribuída e aplicada na população após registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O processo ainda depende da finalização dos estudos clínicos em andamento com mais de 10 mil voluntários. Ainda não há prazo para este registro.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS