Dois quintos da população mantêm isolamento, aponta IBGE

RIO – Em meio à pandemia de covid-19, dois quintos da população brasileira, ou 84,4 milhões de pessoas, ficaram em casa e só saíram por necessidade básica na semana de 13 a 19 de setembro, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Covid (Pnad Covid), divulgada nesta sexta-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o instituto, a baixa em relação à semana anterior (85,6 milhões ou 40,5% da população) é considerada uma estabilidade, pois a variação não é significativa. A parcela da população que ficou “rigorosamente isolada” (16,0% ou 33,8 milhões) caiu em relação à semana anterior (16,7% ou 35,3 milhões).

Já o número de pessoas que “reduziram contato mas continuaram saindo de casa e/ou recebendo visitas” (85,7 milhões ou 40,5%) aumentou frente à semana anterior (83,3 milhões ou 39,4%). Enquanto isso, 6,5 milhões, ou 3,1% da população, “não fizeram restrição” alguma ao seu comportamento em meio à pandemia, contingente que ficou estável frente à semana anterior (2,9% ou 6,1 milhões).

A Pnad Covid também identificou a retomada das aulas. Dos 46,3 milhões de estudantes que frequentavam escolas ou universidades na semana 13 a 19 de setembro, 13,7% (ou 6,3 milhões) não tiveram “atividades escolares”. Esse contingente ficou estatisticamente estável em relação à semana anterior (6,8 milhões ou 14,7% dos estudantes). Dos 39,5 milhões que tiveram “atividades escolares”, 26,2 milhões (ou 66,3%) tiveram atividades em cinco dias da semana, mantendo estabilidade frente à semana anterior (25,5 milhões, ou 65,4%).

A Pnad Covid ainda estimou que 9,1 milhões de pessoas (ou 4,3% da população do País) apresentavam pelo menos um dos 12 sintomas associados à síndrome gripal (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular) na semana de 13 a 19 de setembro. O contingente ficou estável frente à semana anterior (9,7 milhões de pessoas ou 4,6% da população do país), mas ficou abaixo do verificado na primeira semana de maio (26,8 milhões ou 12,7%), primeiro período de referência da nova pesquisa do IBGE.

Além disso, cerca de 2,2 milhões de pessoas (ou 24,0% daqueles com algum sintoma) procuraram estabelecimento de saúde em busca de atendimento, segundo a Pnad Covid. Esse contingente ficou estável frente à semana anterior (2,3 milhões ou 23,6%).

Reportagem: Vinicius Neder/Terra

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MPT recebe sugestões de ações de combate à discriminação de pessoas negras no mercado de trabalho

"Convidados e interessados em se manifestar em reunião pública de 27 de novembro deverão se inscrever até 30 de outubro por meio do endereço...

MUNDO | Geóglifo milenar é descoberto no Peru

Um geóglifo de 2.000 anos, que retrata uma enorme criatura felina, foi recentemente descoberto entre as misteriosas Linhas de Nazca do Peru. Há Mais de...

Chico Rodrigues diz que dinheiro escondido na cueca era para pagar funcionários

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) enviou mensagens aos seus colegas do Senado explicando o episódio da última quarta-feira (14) quando foi flagrado escondendo dinheiro na cueca durante...

Alemanha, Bélgica e Holanda querem sediar juntas Copa do Mundo Feminina de 2027

Alemanha, Bélgica e Holanda vão apresentar uma candidatura conjunta para a organização da Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2027, anunciou nesta segunda-feira...