Dia Mundial contra a Hanseníase

Especialistas do HCor conscientizam a população sobre a importância de diagnóstico precoce

A Hanseníase – antigamente conhecida como lepra – atinge a pele e nervos periféricos e pode causar incapacidades e deformidades físicas.

A doença pode ser caracterizada por sintomas como manchas (esbranquiçadas, amarronzadas e avermelhadas) na pele com mudanças na sensibilidade dolorosa, térmica e tátil; perda de pelos em algumas áreas e redução da transpiração; redução da força muscular, sobretudo nas mãos e pés; caroços no corpo; entre outros.

Apesar de já ter cura, no Brasil, cerca de 30 mil novos casos de Hanseníase são detectados todos os anos. O país é o segundo com maior incidência da doença, ficando atrás somente da Índia.

Para esclarecer dúvidas da doença e conscientizar a população sobre a importância de seu diagnóstico precoce, neste Dia Mundial contra a Hanseníase – celebrado no último domingo do mês de janeiro – os especialistas do HCor estão à disposição para falar sobre o tema.

Luna Aghata | public relations
máquinacohn&wolfe | dig deeper. imagine more.

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS