Dezembro Vermelho é dedicado à luta contra o HIV

Conscientização nunca é demais. E a prevenção é sempre peça-chave quando o assunto é o combate aos mais diversos tipos de doenças. Por isso, o mês de dezembro chega com um importante alerta: ele é dedicado à luta contra o HIV. A sigla, em inglês, quer dizer Vírus da Imunodeficiência Humana. Causador da AIDS, ele ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

O Dezembro Vermelho tem, portanto, o objetivo de garantir informação e conscientizar, principalmente os jovens, a se protegerem durante as relações sexuais. Nos últimos anos, o índice de contaminação cresceu, consideravelmente, nessa faixa etária.

Dados do Ministério da Saúde apontam que, cerca de 135 mil brasileiros vivem com o vírus HIV e não sabem. A maioria dos casos de infecção no Brasil é registrada entre 20 a 34 anos, com 18,2 mil notificações (57,5%). Em 2018, 43,9 mil novos casos de HIV foram registrados no país. Em Jaraguá do Sul, neste ano, já foram notificados 62 novos casos. A frequência maior está entre jaraguaenses do sexo masculino.

O teste rápido auxilia a identificar pacientes infectados e iniciar o tratamento preventivo. Mas, ainda existem muitas dúvidas entre HIV e AIDS. Ter o vírus HIV não significa ter AIDS. Uma pessoa pode viver muitos anos com o HIV sem apresentar sintomas ou desenvolver a doença, que é a AIDS. Porém, mesmo não estando doente, o infectado pode transmitir o vírus para outras pessoas.

Os mitos cercam também as formas de contágio. De acordo com o médico urologista, Raphael Lahr, a transmissão ocorre principalmente através de relação sexual, sem uso do preservativo. “Por isso a importância da prevenção. Prevenir é sempre o melhor tratamento”, orienta. O compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e qualquer objeto que fura e corta pode ainda resultar na transmissão do vírus. Mães infectadas também transmitem a doença para os bebês e, apesar de raro, o contágio pode acontecer ainda em caso de transfusão de sangue.

O preconceito, porém, acaba tornando a vida dos pacientes infectados ainda mais difícil. Portanto, vale sempre lembrar que não existe contaminação quando a relação sexual conta com o uso de preservativo. Beijo na boca, ou no rosto, e demais demonstrações de afeto, não oferecem risco de transmissão. Compartilhar sabonete, lençóis, toalhas, piscina, banheiro ou assento de ônibus por exemplo, também não estão entre as formas de contágio.

Sobre o Uro Centro Jaraguá

O Uro Centro Jaraguá é especializado em cirurgia urológica minimamente invasiva. A equipe atende em todas as áreas da urologia abrangendo homens, mulheres e crianças, principalmente, em alterações genito-urinário. A clínica, inaugurada em julho de 2017, funciona no Centro de Jaraguá do Sul, no Norte Catarinense. Para outras informações, basta entrar em contato pelos telefones (47) 3084-0003 e (47) 99950-1531 ou acessar a fan page Uro Centro Jaraguá no Facebook.

Foto: divulgação

Entrelinhas Assessoria em Comunicação

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Içara | Boletim Covid-19 do hospital São Donato

O Hospital São Donato tem 9 leitos ocupados para tratamento de coronavírus ou suspeita: LEITOS OCUPADOS NA UTI: 3 - CASOS CONFIRMADOS (3) - CASOS SUSPEITOS (0) LEITOS OCUPADOS NA CLÍNICA:...

João Menezes é campeão de duplas no challenger de Iasi, na Romênia, e segue para Roland Garros

João Menezes (Taroii/Wilson), natural de Uberaba (MG) e atleta da ADK Tennis, no Itamirim Clube de Campo, em Itajaí (SC), conquistou, neste sábado, o título de...

Segurança reage a agressão e esfaqueia cliente que se recusou a usar máscara

Um segurança da loja Americanas Express na Regional Barreiro, em Belo Horizonte, esfaqueou na noite de sexta-feira, 18, um cliente que se recusou a...

Pinguins encontrados mortos no litoral de SP ingeriram isopor, plástico e outros itens

Exames feitos em alguns dos pinguins recolhidos sem vida pelo Instituto Gremar entre 20 de junho e 13 de agosto no litoral de São Paulo revelaram a presença...