Dentista de Forquilhinha é condenada por homicídio e ocultação de cadáver

Foi condenada, nesta terça-feira, 19/11, em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Forquilhinha, a dentista que confessou o homicídio e a ocultação do cadáver do namorado. O crime aconteceu em dezembro de 2015. O julgamento lotou o Salão do Júri da comarca e, devido à grande repercussão do caso na região, foram distribuídas senhas para familiares da vítima e da acusada, acadêmicos de direito, imprensa e população em geral. A sessão foi presidida pela juíza Luciana do Nascimento Lampert, titular da Vara Única da comarca Forquilhinha.

O Conselho de Sentença, reconheceu, por maioria de votos, que a acusada praticou os crimes de homicídio simples e ocultação de cadáver. Ela foi condenada a pena de sete anos de reclusão, em regime inicial semiaberto, além do pagamento de 10 dias-multa. Foi concedido a ré o direito de recorrer em liberdade. Na acusação atuou o promotor de justiça André Barbuto Vitorino e na defesa, o advogado Alessandro Damiani.
Segundo a denúncia do Ministério Público, a ré, motivada pelo desejo de colocar um fim no relacionamento conturbado e também de se vingar de uma discussão ocorrida no dia anterior ao crime, teria assassinado o namorado com golpes de faca. Após o homicídio, a mulher, com ajuda de seu pai, levou o corpo da vítima até o município de Arroio do Silva, a 40 km de distância do local do crime, e o enterrou em uma vala em local de difícil acesso. Um ano e meio após o crime, e já apontada como autora após investigação pelo desaparecimento do homem, a ré confessou o homicídio. O pai da acusada ​responde pelo crime de ocultação de cadáver, mas em processo separado. (Ação Penal n. 0000062-91.2017.8.24.0166).
Jornalista Fernanda de Maman

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão

Os torcedores de futebol deverão permanecer fora dos estádios durante os próximos jogos da Série A do Campeonato Brasileiro. Em decisão anunciada na tarde deste sábado (26),...

Briga por cocô de cachorro acaba em morte em Blumenau

Uma discussão antiga entre vizinhos acabou em morte na tarde deste sábado (26), no bairro Velha Grande, em Blumenau. Segundo a Polícia Militar, o...

A mandioca, gostosa e versátil, faz bem à saúde e foi até o ‘alimento do século’

A mandioca acaba de ser promovida de “alimento dos pobres” para “alimento do século 21”. Quem afirma é a Organização das Nações Unidas para...

Motoristas que disputaram “racha” no centro da cidade prestarão serviços comunitários

A 2ª Câmara Criminal do TJ condenou dois homens que participaram de uma corrida de carro, em prática popularmente conhecida como racha, em cidade do...