Curso de preparação para pretendentes à adoção passará a ser online e regionalizado

Todo cidadão que deseja adotar uma criança ou adolescente precisa passar por um curso de preparação. E isso é lei, desde agosto de 2009. Neste ano, a pandemia tornou impossíveis os encontros presenciais para pretendentes em processo de habilitação. Com este novo cenário, o Poder Judiciário catarinense, por meio da Academia Judicial, passa a realizar ao menos um curso na modalidade de Ensino a Distancia (EAD), sem prejuízo de outros com a reunião de pessoas tão logo possível. Além de online, os encontros que ocorriam em cada comarca passam a ser regionalizados. Na Serra, ele está agendado para o período de 26 de outubro a 8 de novembro.

No ambiente virtual serão trabalhados temas como preparação psicológica, motivação, informações jurídicas, além de orientação e estímulo à adoção inter-racial, de crianças maiores ou de adolescentes de portadores de necessidades especiais e de grupos de irmãos. A apresentação dos assuntos ficará a cargo do juiz-corregedor Rodrigo Tavares Martins e de assistentes sociais, psicóloga, pediatra e responsável por casa de acolhimento. A carga horária será de 35 horas.

Os cursos serão regionalizados, seguindo a configuração dos grupos regionais de trabalho, para facilitar a comunicação entre as assistentes sociais forenses. Também possibilitará a organização de turmas com quantidade de alunos adequada para assim poder atendê-los individualmente em possíveis dúvidas, promover o diálogo e a interação nos fóruns. Na região serrana esta será função das servidoras das comarcas de Anita Garibaldi, Andreia Pires, e Bom Retiro, Gisele Comiran. É um projeto de vida. Nossa obrigação é dar essa resposta imediata a eles, dizem.

Outros estados já adotam este modelo de curso. Entretanto, como adianta a Comissão Estadual Judiciária de Adoção, em Santa Catarina, quando possível serão retomados os cursos presenciais, pois permitem uma reflexão e aproximação importantes com as equipes. O objetivo não é apenas repassar informações, mas sim propiciar troca de experiências entre pessoas que compartilham do desejo de adotar, destaca a técnica judiciária, Natália Pizzetti Cardoso.

Agenda de cursos

Região Sul – 21 setembro a 4 de outubro

Grande Florianópolis – 5 a 18 de outubro

TJSC

Conteúdo: Assessoria de Imprensa/NCI

Imagem: Divulgação/Pixabay

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS